DESTAQUE

Sem esquecer Libertadores, Grohe mira título gaúcho: “Gostinho especial”

Publicado às

Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Grêmio

Foto: Grohe

Crédito: Foto: Divulgação/Grêmio

Marcelo Grohe ainda não era titular do Grêmio na última conquista estadual do clube. Do banco, viu o colega e capitão Victor erguer a taça do Gauchão de 2010 e ilustrar o último momento de soberania tricolor dentro do Rio Grande do Sul. Isso porque, de lá para cá, o rival Inter demonstrou força e supremacia para enfileirar os seis títulos seguintes. Agora absoluto no gol gremista, Grohe vê “gostinho especial” pela oportunidade de poder quebrar a sequência vermelha já em 2017.

Com apenas três rodadas realizadas, o desejo de Grohe ainda é distante, mas parece estar sendo bem pavimentado. Primeiro que o Grêmio tem, ao menos, feito a sua parte nos jogos dentro de casa. Se perdeu para o Caxias na serra, ganhou de Ypiranga e Passo Fundo na Arena – o que fez com que chegasse de maneira provisória à liderança neste domingo. Por outro lado, o atual hexacampeão Inter ainda busca um equilíbrio após o rebaixamento na Série A do ano passado e patina nas últimas colocações do estadual.

LEIA MAIS:

Volante colorado recebe “intimada” de fã na web e se dá bem; confira

Entenda como ocorreu a lesão que deve tirar Douglas da Libertadores

“O Gauchão, para nós, é muito importante assim como todas as competições. Claro que tem um gostinho especial por essa situação (hegemonia do Inter). Não adianta a gente ficar mascarando isso, porque é uma realidade. Assim como era uma realidade os 15 anos sem grandes títulos, e a gente conseguiu quebrar isso. Então temos mais uma oportunidade de quebrar uma sequência que o clube não consegue ganhar um estadual”, destacou Marcelo Grohe à reportagem do Torcedores.com, na zona mista da Arena, após a vitória por 1×0 sobre o Passo Fundo, neste domingo.

Se em 2017 o tabu estadual é um dos desafios do Grêmio, na temporada passada um outro significativo jejum foi quebrado. Depois de 15 anos sem grandes conquistas, o elenco tricolor brindou à torcida com o título da Copa do Brasil, o que deu ao clube uma vaga direta na Libertadores.

A competição continental, aliás, já é tratada com brilho nos olhos por Marcelo Grohe. Mas a estreia gremista na competição só se dará no dia 9 de março, contra o Zamora, na Venezuela – na abertura do Grupo 8, que ainda conta com Iquique e Guaraní. Até lá, o Grêmio seguirá dividindo suas atenções entre Gauchão e Primeira Liga, e o goleiro prega “tranquilidade” na sequência de trabalho para que os objetivos sejam alcançados.

“Mas tem que ser com tranquilidade. Eu acho que o objetivo maior foi alcançado no final do ano passado e isso sem dúvida nenhuma nos deu um alívio muito grande para trabalhar. Então agora as coisas ficam mais soltas. (Ganhar o Gauchão) é um objetivo, sem dúvida nenhuma, e acho até que pelo formato da Libertadores dá para focar bem no Gauchão. E vamos com força e dedicação para tentar conquistar o máximo de títulos possíveis”, finalizou.

Com Marcelo Grohe, o Grêmio volta a campo pelo Gauchão no próximo domingo, dia 19, contra o São José, às 19h30, também na Arena. Grohe, que fez parte do elenco gremista nos títulos estaduais de 2006, 2007 e 2010, sagrou-se vice como titular nas temporadas de 2014 e 2015.