Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Juiz leva bolada incrível, se machuca e desclassifica tenista do Canadá; veja

Em um final de semana reservado à Copa Davis, a cena mais marcante não foi um belo voleio, uma deixadinha com estilo ou um golpe por entre as pernas. O circuito todo do tênis ficou chocado com o que ocorreu no confronto entre Canadá e Grã-Bretanha, que estavam empatados em 2-2 quando Denis Shapovalov e Kyle Edmund entraram em quadra para definir o país vencedor.

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Getty Images

Shapovalov, de apenas 17 anos, estava perdendo o jogo por dois sets a zero e teve uma reação inesperada ao perder o seu saque no terceiro set, quando Edmund já vencia por 2×1 e, dessa forma, encaminhava sua vitória e a classificação da Grã-Bretanha às quartas de final da Davis. Irritado, o jovem canadense tirou uma bolinha do bolso e acabou, involuntariamente, acertando o olho do árbitro de cadeira. Veja o lance:

LEIA MAIS:

Após vitória do Palmeiras, Felipe Melo dispara contra Neto: “Você é um bobão”

Baldasso crê que perfil do elenco avalizou queda e cita “susto” ao chegar no Inter

https://www.youtube.com/watch?time_continue=64&v=4mF35HHwQTM

Assim que recuperado do susto, o árbitro comunicou a todos o cumprimento da regra: desclassificação sumária de Shapovalov, que se mostrou inconsolável após o episódio. Ele pediu desculpas a todos na sequência:

“Tenho de pedir desculpa ao árbitro e a todos os juízes de linha. O meu comportamento foi inaceitável. Estou muito envergonhado e jamais voltarei a fazer uma coisa destas. Eu me sinto muito envergonhado, constrangido e péssimo por ter decepcionado meu time e meu país”, disse o jovem tenista.

“Foi uma maneira estranha de terminar o jogo. Nunca fiz parte de um jogo assim”, admitiu o vencedor, Kyle Edmund. Capitão da Grã Bretanha, Leon Smith opinou sobre o caso: ”Foi um pouco surpreendente no final e sinto pelo jovem garoto. Ele tem grande talento e aprendeu uma lição dura hoje”.

Principal tenista da atualidade e líder do ranking mundial, Andy Murray não participou da rodada contra o Canadá e desfalcou a Grã-Bretanha neste final de semana. Mesmo assim, os britânicos estão nas quartas de final. Já o Canadá vai disputar a repescagem do grupo mundial.