DESTAQUE

Thiago Neves explica escolha pelo Cruzeiro, elogia estrutura e revela objetivos na carreira

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Thiago Neves

Crédito: Facebook oficial Cruzeiro

Anunciado no início de janeiro pelo presidente do Cruzeiro Gilvan de Pinho Tavares na festa de aniversário de 96 anos do clube, Thiago Neves chegou com status de principal reforço da Raposa para esta temporada de 2017. O jogador estreou somente na semana passada diante do São Francisco, pela Copa do Brasil, em virtude da demora pela regularização de todos os documentos.

O meia cruzeirense que completa 32 anos nesta segunda, concedeu entrevista à reportagem do jornal LANCE! e falou sobre a responsabilidade que terá com a camisa Celeste, a escolha pelo Cruzeiro, os objetivos neste retorno ao país e Seleção Brasileira.

Escolha pelo Cruzeiro

O Cruzeiro além de ser um dos maiores e mais vitoriosos clubes do Brasil, é também um time que sempre demonstrou interesse em contar com o meu futebol. Uma das coisas que mais me motivaram foi o fato de o Cruzeiro ser um clube com o DNA vencedor. Não voltei para passar o tempo, mas para ser campeão.

Estrutura do clube é a melhor que já trabalhou?

Com certeza! Já havia treinado na Toca jogando por outros clubes e a estrutura realmente chama a atenção. Jogando aqui, você percebe o quão grandioso e sério é o clube, no que diz respeito a dar tranquilidade e qualidade de trabalho para nós jogadores.

Recepção do elenco

O ambiente aqui é muito bom. Já conhecia alguns atletas que aqui estão e isso ajuda na adaptação. Mas todos, sem exceção, me trataram muito bem e fizeram com que eu me sentisse à vontade o mais rápido possível. Costumo dizer que o grupo vencedor é aquele que é amigo fora de campo também. A intimidade que criamos fora dele ajuda dentro das quatros linhas. É natural, você se sente mais confortável em cobrar ou ser cobrado por um amigo. Não tenho um grupo fechado de amigos. Converso com todos da mesma forma, e isso tem ajudado nos treinamentos. Tomara que agora ajude também dentro de campo.

Você chegou como presente de aniversário do Cruzeiro. Como lida com isso?

Gosto de ter a responsabilidade. Estava com saudade de sentir que represento uma grande torcida e que eles depositam muita confiança em mim. O que os torcedores fizeram no aeroporto, assim que cheguei aqui, nunca havia acontecido na minha carreira. Foi único e ainda mais por conta disso quero render o que esperam o quanto antes.

Objetivos na carreira

Ser campeão da Libertadores. Isso também pesou na minha escolha pelo Cruzeiro. Estou num time de tradição, acostumado com grandes conquistas e muito estruturado para voltar a vencer. Vamos trabalhar esse ano pensando em conquistar ao menos um título de expressão para estarmos na próxima Libertadores.

Primeiras impressões de Belo Horizonte

Belo Horizonte é muito tranquilo. Muito mesmo. O povo também é bem bacana e respeitoso com a gente, e isso dá uma satisfação ainda maior de ter escolhido jogar aqui. Já tinha amigos morando na cidade, e eles me alertavam que eu me daria bem em BH. Estou gostando!

Estar no Cruzeiro fica mais fácil em ser lembrado pelo Tite?

Fica, porque eu estou jogando no Cruzeiro. Mas, sinceramente, não é meu objetivo principal hoje. Não falo pela questão do orgulho e do prazer de voltar a vestir a amarelinha, isso seria fantástico para mim. Mas digo pelo fato de que hoje vejo jogadores mais jovens e de muita qualidade que atuam na minha posição, tanto no Brasil quanto fora. Particularmente, voltei pensando em jogar bem, ser o Thiago que sempre fui e pelo prazer de jogar com a pressão de uma torcida presente, como é a do Cruzeiro.

O que a torcida pode esperar do Thiago Neves?

O torcedor do Cruzeiro pode esperar um meia que vai se entregar incansavelmente e que não vai se omitir em momento algum. Se serei mais artilheiro ou garçom só o tempo dirá. Tomara que consiga equilibrar bem, pois só o Cruzeiro sairá ganhando com isso.