Torcedores – Notícias Esportivas

Veja os piores jogadores que já vestiram a camisa do Cruzeiro

O Cruzeiro é um clube que sempre busca disputar títulos e brigar na parte de cima da tabela. Contudo, às vezes as investidas da diretoria não dão certo e os jogadores que poderiam jogar bem, acabam sendo verdadeiros fiascos. Desta forma, o portal Torcedores.com listou as piores contratações de toda a história da Raposa.

Ramon Lopes
Foi editor do semanário BolanoBarbante, apaixonado por esportes, entusiasta das corridas de rua e dos jogos de tênis.

Crédito: Divulgação/Cruzeiro

Riascos – Chegou ao Cruzeiro já com um pequeno ranço da torcida por ter protagonizado um lance emblemático para o Atlético, ao perder o pênalti que caso convertido, eliminaria o rival na Copa Libertadores. Com um futebol pífio, a situação só foi piorando e a gota d’água aconteceu com a emblemática frase na partida contra o Fluminense, quando o atleta desrespeitou o Cruzeiro.

LEIA MAIS:
RESPOSTA IRÔNICA DE MANO MENEZES A REPÓRTER VIRALIZA NA INTERNET
COM 100 PARTIDAS, ARRASCAETA É O SEXTO ESTRANGEIRO QUE MAIS JOGOU NO CRUZEIRO

Rivaldo – Apesar de toda pompa de um grande ídolo mundial, no Cruzeiro o jogador não deu certo. Chegou ao clube para substituir o ídolo Alex. Contudo, teve uma passagem rápida, com 11 jogos e apenas dois gols, sendo uma das decepções na história celeste.

Edmundo – Outro dos grandes jogadores que chegaram ao  Cruzeiro com grande expectativa, mas não desenvolveram bem seu futebol. No caso do atacante, ficou marcado de forma negativa em 2001 ao erra um pênalti proposital diante do Vasco, admitindo ser torcedor do cruzmaltino.

Pedro Ken – Era tido como uma das promessas do futebol brasileiro, mas nunca conseguiu despontar. Ficou 5 anos no Cruzeiro cumprindo contrato e nunca agradou. Para muitos cruzeirenses, era a “preguiça” em campo.

Tápia – Para muitos é um dos piores atletas a vestir a camisa 10 do Cruzeiro. Com 24 jogos e apenas 4 tentos, difícil lembrar quando o jogador fez uma boa partida.

Wando – Chegou ao clube e já foi motivo de piada, após a declaração bizarra de seu empresário, o comparando com o Garricha e afirmando que era um Robinho melhorado. O resultado não poderia ser outro, a não ser uma passagem apagada.

Felipe Seymour – Nunca de fato conseguiu se firmar. Jogou apenas duas partidas pelo Cruzeiro e foi negociado por empréstimo para o Vasco. No cruzmaltino, fez apenas uma partida.