Futebol

Wagner fala sobre sua volta aos gramados e promete subir de produção

Publicado às

Igor Calazans é um futuro jornalista por formação que ama futebol, Fórmula 1 e de dar pitadas em outros esportes.

Crédito: Foto: Divulgação/Flickr oficial do Vasco

Wagner saiu do Fluminense para a China e não obteve sucesso. Pelo contrário, após chegada de treinador português ao extremo oriente, o meia foi perdendo espaço no elenco principal e chegou a totalizou sete meses distante dos gramados. Longe da forma física ideal, o jogador disse que o foco contra o Volta Redonda era recuperar o ritmo de jogo, mas o treinador Cristovão Borges, vendo sua equipe atrás do placar, o lançou aos dez minutos do segundo tempo no lugar de Bruno Gallo, numa posição mais recuada, para que ele tentasse ajudar a resolver o jogo, algo que não estava nos planos de Wagner.

LEIA MAIS:
LUXEMBURGO REVELA O QUE MUDARIA NO FUTEBOL: “ANTIGAMENTE, VOCÊ OFENDIA”
JACARÉ DETONA ATUAL CAMPEÃO DO UFC: “PATIFE. É UM FUJÃO E UM FROUXO”
APÓS ATUAÇÃO PELO BRASIL, DOUGLAS LUIZ JÁ TEM DATA PARA VOLTAR AO VASCO

– Já eram sete meses sem jogar. Estava mais focado em pegar ritmo de jogo, e não em entrar e tentar resolver. Tentei dar um apoio pelo lado esquerdo. Com os treinos mais fortes, vou ganhar mais ritmo e estar 100% à disposição para atacar mais, dar mais apoio.

Sobre a posição mais recuada em campo, Wagner deixou claro que o técnico o conhece bem e sabe de suas capacidades, além de mostrar novamente anseio pela titularidade.

– Cristóvão sabe que sei jogar pelo meio ou pelo lado. Vai depender de cada jogo. Deixo para ele escolher. Quero sempre ajudar.

Durante o jogo contra o Volta Redonda, no Estádio Raulino de Oliveira, o meia viu um Vasco muito pecador nas finalizações, porém com muito volume ofensivo, e isso animou o atleta, que disse que o técnico Cristovão Borges deve focar na pontaria nos treinamentos que antecedem a partida contra a Portuguesa, pela última rodada da Taça Guanabara.

– O que deixa o técnico mais preocupado é quando o time não cria. Aqui criamos bastante, mas não conseguimos os gols. Temos que ajustar essa pontaria. Acho que o Cristóvão vai bater nisso durante essa semana. Precisamos de calma, é um início ainda.

Wagner segue treinando forte em São Januário em busca de melhor performance nos jogos. Esteve em campo e conseguiu marcar um gol em coletivo do time reserva contra o time de juniores do Vasco da Gama. Tenta dar a volta por cima após uma passagem frustrante pela China e, se depender dele, joga todas as partidas pelo Gigante da Colina.