DESTAQUE

“Em 2014 contratei o Michel Bastos para o Cruzeiro”, revela Alexandre Mattos

Publicado às

Colaborador do Torcedores

alexandre mattos

Crédito: Foto: Reprodução/ Fox Sports

Em 2014, sob a direção de Alexandre Mattos, o Cruzeiro foi bicampeão seguido do Campeonato Brasileiro. A equipe mineira montou um elenco muito forte, mas de acordo com o atual diretor do Palmeiras, iria reforçar mais ainda o contratando Michel Bastos, hoje, jogador do Verdão.

Em participação no programa Aqui com Benja!, da Fox Sports, Alexandre Mattos revelou que havia contratado Michel Bastos para o Cruzeiro em 2014, mas que problemas na venda de Egídio para o futebol ucraniano impediram a transação.

LEIA MAIS

LEILA PEREIRA NEGA INTENÇÃO DA CREFISA EM PATROCINAR O VASCO

ATLETICANO ‘ZOA’ RAFAEL SOBIS NO TWITTER E ATACANTE MITA NA RESPOSTA; VEJA

JORNAL INGLÊS COLOCA GABRIEL JESUS EM TOP 10 DE JOGADORES JOVENS DO MUNDO

Em 2014, Alexandre Mattos fazia seu último ano como diretor de futebol do Cruzeiro. Na montagem do elenco do campeão brasileiro daquele ano, o diretor contratou Michel Bastos para a lateral esquerda do clube. Entretanto, contava com a venda de Egídio para o futebol ucraniano. Porém, com a eclosão da guerra no país europeu, o jogador preferiu continuar no time mineiro acabando com a pretensão de Alexandre contratar Michel.

“Em 2014, eu tinha contratado o Michel Bastos para o Cruzeiro. E aí o Egídio tinha sido vendido para a Ucrânia, e dois dias depois a guerra explodiu lá. E o Egídio não quis ir. O Michel ia para o Cruzeiro, então eu tive que ligar para ele e falei: “Cara, vou ficar te devendo, mas não posso te trazer. Eu tenho muitos jogadores. O Egídio ia, mas não vai mais. Eu não posso te trazer”.”, revelou.

Logo depois, Alexandre falou que conversou com o lateral-esquerdo antes da contratação dele pelo São Paulo. O diretor palmeirense admitiu que a chegada de Michel Bastos no elenco tricolor foi fundamental para a melhora da equipe na temporada daquele ano, chegando a inclusive, incomodar o Cruzeiro.

Aí ele me disse que tinha uma proposta do São Paulo e eu falei: “Se o seu coração estiver mandando, pode ir, mas não posso trazer agora. Mas um dia você vai trabalhar comigo. Você é um p… profissional”. Até puxei a orelha dele, o São Paulo estava meio devagar, na hora que ele entrou lá, o time incomodou o Cruzeiro. A gente foi campeão, mas o São Paulo chegou com o Kaká, Michel, Kardec, incomodou bastante. Mas eu falei pra ele, eu tinha essa dívida com ele”, admitiu.

Atualmente, tanto Michel Bastos, quanto Egídio são jogadores do Palmeiras e trabalham com Alexandre Mattos. Enquanto Michel ficou até a temporada passada no São Paulo sendo contratado este ano, Egídio foi contratado pelo Verdão em 2015, na metade do ano.