Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

ANÁLISE: Arsenal e a temporada marcada pelo desgaste de Wenger

A temporada de futebol na Europa é interrompida em Datas FIFA e, com isso, é possível fazer análise a respeito de como tem sido o desempenho das equipes. O Arsenal, por exemplo, vive momento conturbado na Inglaterra, marcado pelo desgaste envolvendo torcedores e o técnico Arséne Wenger.

Luiz Felipe Longo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/Site oficial Arsenal

No Campeonato Inglês, os Gunners foram derrotados em quatro dos últimos cinco jogos, com direito a onze gols sofridos e apenas seis marcados e acabou despencando na tabela de classificação e não estaria classificado para nenhuma das competições europeias por estar na sexta posição com 50 pontos conquistados, dois atrás do Manchester United, classificado à Liga Europa, e seis atrás do Liverpool, último classificado para a UEFA Champions League.

Aniversário CLUBE EXTRA

Clique e veja as melhores promoções!

LEIA MAIS:
ANÁLISE: A TEMPORADA DO LIVERPOOL ATÉ O MOMENTO 

Além disso, o Arsenal foi eliminado de maneira vexatória no principal torneio de clubes do continente europeu ainda nas oitavas de final, pela sétima vez consecutiva. Desta vez, os londrinos foram despachados pelo Bayern de Munique, com incrível placar agregado de 10×2. Por outro lado, a equipe está nas semifinais da Copa da Inglaterra diante do Manchester City.

Tais resultados só fizeram aumentar a pressão sobre o técnico Arséne Wenger. Enquanto parte da torcida pede sua saída, a outra quer a permanência do comandante. Para se ter ideia, na última partida diante do West Bromwich, uma maneira inovadora foi usada para criticar e também para apoiar o treinador. Aviões passaram sobre o estádio com faixas positivas e negativas em relação ao trabalho do francês.

É certo que o desgaste também tem influenciado no desempenho dos jogadores dentro de campo. Não se sabe se os próprios também não querem a saída de Wenger, afinal, a imprensa inglesa afirma que eles também estariam descontentes com o técnico, afinal, Alexis Sánchez, um dos principais nomes da equipe, teria discutido com o comandante em um dos treinos.