DESTAQUE

Marlone se diz “encantado” no Atlético-MG e esclarece polêmica no Corinthians

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Apresentação Marlone Atlético-MG

Crédito: TV Galo

No fim da manhã desta terça-feira (28), o meia Marlone foi apresentado de forma oficial pelo Atlético-MG. Envolvido em uma troca com Clayton – que foi cedido ao Corinthians – o jogador rasgou elogios ao novo ambiente de trabalho e espera fazer história com a camisa do alvinegro de Belo Horizonte.

“Muito feliz. Quando soube do interesse do Roger (Machado) fiquei feliz e espero fazer história no clube. Vim para ajudar e com o pensamento de conquistar títulos e marcar o nosso nome. É um time muito qualidade, é um elenco de dar inveja. Um dos melhores do Brasil senão for o melhor. São jogadores experientes e consagrados. Muito qualificado e que pode brigar por muitas coisas grandes este ano”, declarou Marlone.

LEIA MAIS:

Hoje no Monaco, Jemerson revela que foi dispensado por Palmeiras e Santos

Emprestado até o fim desta temporada, Marlone já teve seu nome publicado no BID (Boletim Informativo Diário) e já reúne condições legais de atuar pelo novo time. O próximo compromisso do Atlético é contra o Cruzeiro, no estádio Mineirão. O novo contratado atleticano falou sobre a possibilidade de estrear diante do seu ex-clube.

“Eu vou encarar como uma final, como um jogo realmente decisivo. Sabemos que é um clássico e estou trabalhando para quem sabe jogar, conseguir a vitória e se possível com gols. Precisamos entrar ligados do começo ao fim”, destacou.

Marlone valorizou a recepção que encontrou na Cidade do Galo. O que mais chamou a sua atenção foi a amizade entre os atletas. “O grupo é muito bom. Sobre a disputa aqui (pela posição) eu vejo que todos são amigos. Estou chegando agora e senti essa adrenalina, eu senti esse carinho de todos. Estou encantado com isso”.

Saída do Corinthians

Quando estava prestes a ser anunciado pelo Atlético, Marlone postou uma nota através de sua assessoria de imprensa em que fez duras críticas ao Corinthians. Em alguns trechos, ele chegou a utilizar o termo “covardia”.

– Estou muito chateado com o que algumas pessoas do Corinthians estão passando para a imprensa a meu respeito. É uma covardia muito grande. Quem me conhece sabe como sou extremamente profissional e comprometido. Basta vocês perguntarem a todos os profissionais com os quais trabalhei até hoje, sejam atletas, treinadores e todos os companheiros de clube, duvido que alguém tenha alguma coisa negativa para falar sobre a minha conduta – escreveu na ocasião.

Hoje, Marlone procurou esclarecer o episódio e afirmou que as palavras não foram direcionadas à diretoria corintiana.

“Eu tenho amizade com o Alessandro (gerente de futebol), com a diretoria. Os veículos divulgaram que eram coisas lá de dentro do clube. Em nenhum momento eu disse que era relacionado à diretoria. Saíram algumas coisas na mídia que não eram verdadeiras. Sou atleta ainda do Corinthians, apenas me posicionei e me defendi. Não ofendi ninguém”, finalizou.