DESTAQUE

Técnico do Paraguai detona a arbitragem e chama Tite de “nervosinho”; entenda

Publicado às

Dennys Carvalho é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdade Integradas Alcântara Machado) e apaixonado por esportes. Já trabalhou na Rádio Escuta/Produção da REDETV!, operador de TV de uma empresa de monitoramento de mídia e Pós-Graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte.

Crédito: Foto: Reprodução/Twitter

Durante entrevista coletiva após Brasil x Paraguai, o ex-lateral de Palmeiras e Grêmio considerou que a atuação do árbitro peruano como vergonhosa e desaprovou reclamação do técnico brasileiro. 

O técnico da seleção do Paraguai, Francisco Arce, saiu inconformado da Arena Corinthians no noite desta terça-feira (28). Não foi só pela derrota por 3 a 0 sofrida para o Brasil, o ex-lateral-direito ficou indignado com a atuação do árbitro peruano Victor Carrillo.

“Desde que começamos a trabalhar, nunca reclamamos da arbitragem, mas hoje foi péssima. Uma vergonha. Brasil não precisa disso, pelo jogo que faz. O pênalti não houve, estupidez. Foi péssima”, disparou o treinador paraguaio.

E ainda aproveitou para dar uma alfinetada no técnico Tite, que não gostou da postura do técnico brasileiro durante o jogo, que teria sugerido uma incitação à violência por parte do paraguaio, mas elogiou a atuação da Seleção na vitória por 3 a 0.

“Acho que o Tite é uma referência, mas é um pouco nervosinho. Ele apelou, reclamou sem razão e mandou bater por trás. Não é do nosso intuito… foi uma falta normal. Não sou ninguém para sugerir nada a ele, sou mais novo até… Ele é um grande treinador e o trabalho dele é excepcional”, completa.

O TORCEDORES.COM estava acompanhando a coletiva. Veja o trecho da entrevista de Arce, em vídeo feito por Renan Prates: