DESTAQUE

Comentaristas citam Pelé para falar de Neymar e Edílson e Muricy defendem: ‘É o melhor do mundo’

Publicado às

Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.

Neymar

Crédito: Foto: Reprodução/SporTV

Uma parte do programa “Bem, Amigos” desta segunda-feira foi dedicado para falar do momento atual de Neymar. Os comentaristas e convidados da atração exaltaram o amadurecimento do jogador e o colocaram como o melhor jogador do mundo atualmente.

Casagrande foi o primeiro a falar do camisa 10 da seleção e destacar a evolução que o atacante teve de uns anos para cá. “Eu acho que o Neymar é outro patamar, ele é outro jogador e amadureceu muito. Na minha opinião, hoje, mesmo com tendo todos os jogadores da seleção jogando muito bem, o Neymar está sendo mais determinante na seleção hoje, do que ele era quando a seleção estava mal e dependia dele”, opinou.

LEIA MAIS
GALVÃO NÃO É INFORMADO DE VOLTA DO INTERVALO, RECLAMA E ÁUDIO VAZA; ASSISTA

Hoje ele faz a jogada e a coisa acontece, antes do amadurecimento em que ele caía muito, brigava muito com o adversário, discutia com o árbitro, ele pegava mais vezes na bola e acontecia menos coisas. Hoje ele pega menos e as coisas acontecem de verdade”, concluiu, onde Galvão questionou se o comentarista concorda que Neymar não precisa mais ‘jogar sozinho’ e passou a trabalhar coletivamente.

“Concordo”, afirmou Casão, antes de fazer uma comparação. “Me perdoem a comparação, na Copa de 70 a seleção era maravilhosa, Pelé era determinante, todo mundo sabia disso, mas todos os outros jogavam muito. Em 82 também era assim, o Zico era determinante, o adversário tinha muito medo do Zico na questão de finalização e todo mundo jogava muito bem. Essa seleção (do Tite) está muito parecida com isso, não estou comparando jogadores, hein, estou comparando situações. A seleção dita ritmo o jogo, todos os jogadores sabem o que tem de fazer, acreditam no que o treinador está falando (…) E o Neymar é determinante, o legal é que todos os jogadores aceitam isso, sabem que cada um tem um valor, sabem que cada um é bom pra caramba, mas sabem que o Neymar é outro patamar, o Neymar é o Neymar, o Neymar é o nosso Pelé do momento”, finalizou.

Um dos comentaristas fixos da atração, Marco Antônio Rodrigues também foi na linha e concordou com o Casão. “Galvão, sem nenhum pudor, sem nenhum receio de falar o que vou dizer, a atuação do Neymar contra a Argentina no Mineirão, não sei se vocês se lembram, e a atuação do Neymar contra o Uruguai, ele me lembra o Pelé. Não estou comparando carreiras, o Neymar tecnicamente me lembra o Pelé”, disse Marco Antônio Rodrigues.

Em seguida, Edílson ‘Capetinha’ tomou a palavra e foi direto. “Eu acho o Neymar, neste momento, o melhor jogador do mundo, eu acho”, afirmou Edilson, que teve o apoio de Muricy Ramalho.

“Hoje é o melhor do mundo, não tem como não ser. O Messi não está jogando o que estava antes, o Cristiano Ronaldo também não e o Neymar está jogando demais. Então para mim, hoje, com certeza é o melhor do mundo”, declarou o treinador que trabalhou com o atleta em 2011 e 2012.

“O Neymar não está se destacando apenas na seleção, o que ele tem feito no Barcelona e no histórico jogo contra o PSG em que ele pegou a bola do pênalti, colocou debaixo do braço e disse é comigo”, disse PC Vasconcelos, onde foi corrigido por Galvão em que o Messi que deixou o brasileiro cobrar a penalidade. “Melhor ainda… A seleção se acertou, o coletivo da seleção ficou muito melhor do que era e isso se sobressai. Mas temos o Neymar comendo a bola no Barcelona”, completou o comentarista.

“O semblante do Neymar tranquilo, me parece bem mais maduro, ciente das suas responsabilidades. O tempo faz bem as pessoas”, também exaltou Galvão Bueno.

Vale ressaltar que o camisa 11 do Barcelona voltará a ser o capitão da seleção nesta terça-feira. A última vez que isso havia acontecido havia sido nos Jogos Olímpicos, há sete meses.