Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Ex-dirigente do Palmeiras quer colocar estrela do Mundial de 1951 na camisa

A Copa Rio-1951 ainda é assunto nos bastidores do Palmeiras, já que o ex-vice de futebol, Roberto Frizzo, quer colocar um símbolo da conquista no uniforme do time. De acordo com o Blog do Ohata, do UOL Esportes, o cartola deseja adicionar uma estrela vermelha no escudo do clube para representar o título do primeiro Mundial de Clubes, segundo os palmeirenses.

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

Crédito: Matheus Martins Fontes/Torcedores.com

Frizzo cita o estatuto do clube e defende a medida, mesmo com as recentes declarações dá FIFA, alegando que os “mundiais” disputados antes do ano 2000 não eram considerados pela federação.

LEIA MAIS: Querendo disputar Copa do Mundo, Dudu garante estar ‘focado no Palmeiras’

”O estatuto do Palmeiras prevê a introdução de uma estrela vermelha por causa da conquista da Copa Rio, então não tem a ver com a FIFA reconhecer como Mundial organizado por ela ou não”, disse Frizzo ao blog.

O ex-dirigente do Palmeiras conta que o atual presidente, Maurício Galiotte, já disse que pretende se reunir com o conselho para discutir o assunto, mas para Frizzo isso não será necessário já que tudo já foi conversado e aprovado pelo conselho.

Estrela Vermelha

Segundo ele, opositores usaram como argumento uma possível propaganda política com a “estrela vermelha”.

“Fui procurado por conselheiros que reclamaram que uma estrela vermelha na camisa será propaganda para o PT (…) É uma coincidência o símbolo do partido e o da conquista da Copa Rio serem estrelas vermelhas, o que posso fazer?”, finalizou.