Lutas

Em podcast, Bisping dispara contra GSP: ‘Eu dou as cartas aqui’

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução/Youtube

A luta entre Michael Bisping e Georges St-Pierre, válida pelo cinturão dos médios do UFC, ainda não tem data para ocorrer. Para o inglês, dono do título da categoria, a única data possível é o mês de julho e realizar o combate em outro momento do ano não está em seus planos.

Em seu podcast, Believe You Me, o campeão peso-médio do Ultimate voltou a disparar conta o canadense, afirmando que GSP estaria tentando realizar a luta entre os meses de setembro e outubro, opção que o desagrada. A data desejada por ‘The Count’ é dia 8 de julho, na Semana Internacional da Luta (International Fight Week), um dos principais eventos da temporada da organização.

LEIA MAIS

OPINIÃO: A LUTA DECIDIDA POR UM DETALHE: TONYA EVINGER VS YANA KUNITSKAYA

Parece que o St-Pierre está tentando adiar a luta para depois de 8 de julho. Ouvi rumores de que ele quer lutar comigo em setembro ou outubro, e o UFC me confirmou isso também. Mas quero deixar uma coisa bem clara: se o GSP quer lutar em setembro ou em outubro, ele que ache outro adversário. Sou eu quem dou as cartas aqui. Não quero parecer babaca, mas o cinturão é meu. Sou o campeão e não pretendo ficar sentado até setembro ou outubro“, disse Bisping.

Essa luta foi discutida já em janeiro e você sabe que um campo de treinos dura seis ou oito semanas. Lutar em setembro ou outubro é ridículo. A data certa é dia oito de julho. Podemos ter flexibilidade quanto a data, mas quero lutar na Semana Internacional da Luta, no card do dia 8 de julho. Portanto, Georges St-Pierre, dê o seu jeito. Pare de ficar aí fazendo ginástica, dando mortais carpados ou o que seja, Vamos lutar, assine os papéis! Você quer lutar, Você foi na coletiva, falou demais. É simples, assine a droga dos papéis“, completou.

No mesmo podcast, Bisping revelou que, caso não consiga enfrentar GSP, o cubano Yoel Romero se tornaria o escolhido para lutar pelo cinturão dos médios do UFC. Romero é considerado o desafiante número 1 da categoria.

Se GSP não estiver pronto, acho que o Romero disputará o cinturão. Não tenho medo do Romero. Se GSP quer lutar, então teremos um grande evento. Essa luta movimentará muito dinheiro, mas não quero ficar parado o esperando. Eu sou o campeão. St-Pierre não decide nada. Não vou estar um ano até que ele queira lutar comigo. Posso fazer duas lutas nesse período e ganhar a mesma coisa“, declarou.

 

(Crédito da foto: Reprodução/Youtube)