Futebol

Opinião: chega de sufoco para o Flamengo

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Facebook Flamengo

Acabou o sufoco Rubro-Negro. Depois da derrota para o Universidad Católica, o Flamengo pode voltar a colocar os pés no chão. Perdemos na hora certa, e venceremos no momento oportuno!

Dizer o quê sobre o Flamengo? Que Vaz é o culpado da derrota? Está na hora de alguns palpiteiros de plantão reverem os conceitos do futebol. Deixarem o coração na prateleira e bater uma bolinha, duas ou três vezes por semana e quem sabe participar de um torneio de bairro, para aprender como é esse nobre esporte bretão.

LEIA MAIS:
ENQUETE: QUAL É O MAIOR CLÁSSICO DO RIO DE JANEIRO?

O Flamengo jogou, mas jogou muito! E Diego, na boa, os problemas encontrados pelo Flamengo em campo, foram quatro:
1) O goleiro;
2) A trave;
3) O “tanque”;
4) O Berrío, que sentiu peso de jogar contra o antigo rival na sua antiga casa.
Perdeu, mas com brilho. Taticamente foi muito bem. Bola na área é loteria, o cara acerta, o goleiro paga ou pega, acontece de tudo! Mas o nosso Muralha precisa de uma sombra. Precisa! Paulo Vítor, cadê você?

O momento é de reflexão. Perdeu mas não decepcionou. Rafael Vaz não é culpado de nada! Passe errado todo mundo dá e Vaz já salvou o time de levar vários gols em sua boa passagem até agora pelo clube. A crítica xiita que de futebol pouco sabem procura impiedosamente desestabilizar a equipe, procurando um “Boi de Piranha”. Foi assim com Geraldo, Adílio, Marquinhos, Nélio, Léo Moura, Wellington (que MERECIA ainda estar no elenco), Márcio Araújo, Donatti e agora, Rafael Vaz.

Se imprensa e torcida hostilizam por um lance, tira o foco e desestabiliza o atleta. E isso se reflete no momento do jogo e em outros jogos, e a torcida que quer ver vitórias e muitos gols, buscam impiedosamente um culpado. E se esquecem que a culpa da derrota é de toda a equipe.