Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Galiotte minimiza “racha” com Nobre e exalta ex-presidente do Palmeiras

O atual presidente do Palmeiras Mauricio Galiotte deu entrevista exclusiva ao programa Bate-Bola, da ESPN, e falou sobre sua relação com o ex-presidente da equipe alviverde, Paulo Nobre.

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

Crédito: Arte: Matheus Martins Fontes/Torcedores.com

Galiotte fez questão de minimizar a ruptura que teve na relação com o antigo mandatário palmeirense e exaltou todos os serviços prestados por Nobre na reestruturação do Palmeiras a partir de 2013, quando assumiu a gestão do Verdão. O atual presidente revelou também se ainda mantem contato com o ex-gestor.

LEIA MAIS

DUDU APOSTA EM CAMPEÕES DO ELENCO POR SUCESSO DO PALMEIRAS NA LIBERTADORES

INTERNAUTAS ELEGEM PALMEIRAS COMO MELHOR BRASILEIRO NA LIBERTADORES

JULIO BAPTISTA REVELA REAÇÃO DE JOGADORES APÓS EXPULSÃO DE FELIPE MELO NA COPA 2010

Mauricio Galiotte foi o escolhido por Nobre para dar seguimento ao seu trabalho no comando do Palmeiras. Dessa forma, Galiotte assumiu o comando da equipe alviverde ao lado do antigo mandatário. Entretanto, rapidamente a relação se rompeu graças, principalmente, à renovação de contrato com a Crefisa e a aprovação na eleição de Leila Pereira ao Conselho Deliberativo do Verdão. Mesmo com a relação rompida, o atual presidente palmeirense fez questão de elogiar o antigo gestor levando em consideração a importância que teve na reestruturação do clube.

“O Paulo Nobre iniciou em 2013 com o Palmeiras em uma situação muito ruim. Esportivamente vocês sabem qual era a situação que se encontrava; financeiramente, uma dívida de curto prazo terrível; e administrativamente muitos processos falhos, enfim. Ao término do mandato, ele entregou um Palmeiras campeão brasileiro, com uma situação financeira equacionada. Nós ainda temos compromissos futuros, porém a situação financeira equacionada. E com os processos internos muito bem direcionados. Então, o Palmeiras deve muito ao presidente Paulo Nobre, ele se entregou demais, teve um comprometimento estratosférico”, disse.

Logo após, Galiotte relembrou um dos motivos do “racha”, mas disse que manteve contato com Paulo Nobre, e que ainda está tudo bem. O atual presidente revelou que contatou o ex-mandatário no dia do seu aniversário (24/02), para parabeniza-lo.

“Nós temos uma dívida eterna de gratidão com o presidente. Nós tivemos sim uma leitura diferente de uma situação que aconteceu agora. O clube se colocou a disposição sempre que for necessário. Nós tivemos uma leitura diferente de uma situação interna, administrativa, que foi resolvida agora na última segunda-feira com a aprovação da conselheira Leila Pereira ao Conselho Deliberativo. Se eu ainda mantenho contato, semana passada foi aniversário dele, nós trocamos mensagens. Está tudo bem”, finalizou.