DESTAQUE

4 jogos das eliminatórias nos quais VALEU A PENA ficar ligado

Publicado às

Jornalista em formação pela FAPCOM. Repórter esportivo na Web Rádio Futgol Esportes. Setorista da Chapecoense no Torcedores.com. Fã de automobilismo

Crédito: Foto: Facebook Paolo Guerrero

Os jogos das eliminatórias rodaram o mundo na terça e quarta, trazendo a primeira Seleção a se classificar para a Copa em 2018, o Brasil. Mas também houve outras surpresas e placares que fazem a diferença na classificação. Saiba AGORA os jogos que valeram a pena nesta rodada de eliminatórias ao redor do mundo.

SANTOS INAUGURA LOJA EM SÃO PAULO
RUI COSTA AVALIA A CHAPECOENSE EM 2017
GLOBO CRIA VINHETA EM “RUSSO” PARA COMEMORAR BRASIL NA COPA DO MUNDO DE 2018; VEJA

Com a vitória sobre o Paraguai por 3 a 0, a Seleção Brasileira se classificou matematicamente para a Copa do Mundo. Mais uma vez o time de Tite mostrou superioridade sobre o rival, com boas jogadas individuais de Phillipe Coutinho e Neymar e a bela jogada desenhada no gol de Marcelo, o Brasil garantiu seu lugar devido a vitória do Peru sobre o Uruguai por 2 a 1.

Outra Seleção que anotou outra derrota, foi a Argentina. Sem o seu principal jogador, Lionel Messi. Los Hermanos não conseguiram vencer a Bolívia na altitude de 3.660 metros de La Paz. O ex-corinthiano Arce fez a alegria dos bolivianos novamente. Sempre que há um jogo entre as Seleções, é garantido ver o espetáculo e principalmente contra a Argentina, onde os Bolivianos têm a facilidade de sair com um bom placar.

Na Europa, pelo 10° jogo consecutivo, Robert Lewandowski marca na vitória de 2 a 1 da Polônia sobre Montenegro. Com a vitória, a Seleção Polonesa segue na primeira posição com 13 pontos, seguida pela própria Montenegro com 7 pontos empatada com a Dinamarca também com 7. Romênia e Armênia logo atrás com 6 pontos e o lanterna Cazaquistão com 2 pontos.

A Seleção Peruana, a qual decretou a classificação do Brasil para a Copa do Mundo, venceu o Uruguai por 2 a 1. A ‘Celeste’ até saiu na frente, aos 30 minutos do primeiro tempo com Carlos Sanchéz. Mas após três minutos, em jogada ‘brasileira’, Yotun tocou para Trauco que achou Guerrero que ganhou de Godín e marcou para o Peru. Principalmente o torcedor do São Paulo, que teve Cueva lesionado ao fim do primeiro tempo, após um início de contra-ataque, o jogador sentiu o músculo da coxa e deu lugar a Hurtado aos 44 do primeiro tempo. Aos 17, Guerrero escorou cruzamento de Trauco e Flores virou o placar. O Uruguai ainda teve uma chance no fim do jogo com Godín mas a bola beijou o travessão.