DESTAQUE

Jornalista esportivo deve revelar o time que torce? Veja opiniões

Publicado às

Jornalista de esportes desde 2005, com passagem pelo UOL e Terra. Editor de comunidades do Torcedores.com e blogueiro do renanprates.com

Palmeiras

Crédito: Crédito da foto: Reprodução/ESPN Brasil

A pergunta que nunca se cala para um jornalista esportivo é: que time você torce? Muitos torcedores possuem a curiosidade para conhecer o time do coração dos profissionais de imprensa.

Não existe um consenso entre os jornalistas esportivos sobre revelar ou não o time que torce. A patrulha é constante sobre o tema, pois muitos torcedores acreditam que essa preferência acaba influenciando na opinião dos profissionais de imprensa.

LEIA MAIS:
BETING COMENTA CIÚMES DE PALMEIRENSES SOBRE SEUS TEXTOS DE OUTROS TIMES

Mas e aí, jornalista esportivo deve revelar o time que torce? O Torcedores.com foi atrás de profissionais da área para responder a esta pergunta. Veja alguns depoimentos:

André Rizek, apresentador do Sportv

Gera interessa porque, para muita gente, torcer por um time é “ter um lado”. Se o Lédio é torcedor do Ceará, por exemplo, as pessoas vão enxergar uma defesa do Vovô em tudo o que ele falar – e uma crítica ao Fortaleza. Eu, como telespectador de mesas redondas, também sou assim. Quando vejo um comentarista na TV, quero saber o time dele, para ser mala e buscar um escorregão do sujeito. Temos essa fascinação com jornalista que trabalha com futebol, mais até do que com jornalista que cobre política… Sobre revelar o time, ou a preferência política, vai de cada um sentir-se confortável ou não com isso. Pessoalmente não quero me identificar publicamente com nenhum clube e, por isso evito, contar que sou Caraíva FC. Não espalhem!

Jota Junior, narrador do Sportv

É interessante e compreensível a curiosidade dos torcedores em saber para qual clube torce o jornalista. Fica difícil para o torcedor entender que quando trabalhando o jornalista precisa ser isento nas análises e apreciações, deixando de lado o seu lado simpatizante de A ou B. Há colegas que escondem o time do coração e há colegas que preferem o anonimato clubístico. Eu prefiro não declarar pois também entendo que essa “dúvida” do torcedor é um ingrediente a mais nesse prato gostoso que é o futebol. Atribuo ao fato das torcidas gostarem de saber, a curiosidade natural do ser humano. É por aí.

Juca Kfouri, blogueiro do UOL e comentarista da ESPN

Acho natural que as pessoas queiram saber e jamais escondi. Mas compreendo os que, hoje em dia, por causa da violência, omitem.

Mauro Beting, comentarista do Esporte Interativo, da Rádio Jovem Pan e blogueiro do UOL:

Vivemos dias de tomografias diárias. Queremos saber tudo sobre nada. É a BBBZação do planeta. Cada vez mais informação para cada vez menos conhecimento. Sempre houve o interesse de saber o time do jornalista. Mais do que o voto de comentarista político. Até porque já virou um Fla-Flu a política e a cobertura. Torcem e distorcem demais naquelas páginas. E os coleguinhas de lá ainda cobram da gente mais imparcialidade…

Fico feliz de ser um dos mais escancarados torcedores e ao mesmo tempo um dos mais premiados da categoria em todos os tempos. Não há problema algum. E fico ainda mais feliz com mais gente saindo do armário com a camisa do clube. E por cima. Não por baixo. Vamos assumir! Para podermos ser mais cobrados. Quanto mais transparente formos, mais isentos poderemos ser. Quanto mais realistas formos, mais independentes seremos.

Abrir o jogo é essencial para uma relação mais madura e saudável. E sem tantas Organizações Bloque como muitos amigos e colegas têm defendido/atacado. Pra que bloquear quem pensa diferente, ainda que algumas vezes xingando? Se tantas vezes criticamos e detonamos, por que outras pessoas não podem fazer o mesmo com a gente? Vamos jogar. E vamos continuar torcendo. Como muito bem sabe fazer este portal.