Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Juca Kfouri condena postura extra-campo de Felipe Melo: “É falso”

Felipe Melo voltou a ser assunto nos programas esportivos. Tudo porque no domingo ele roubou a cena durante e depois da vitória do Palmeiras por 2×1 sobre o Santos, na Vila Belmiro, pelo Paulistão. Conhecido pelo temperamento forte e pelas polêmicas, o volante palmeirense dançou para a torcida santista, pediu que falassem mais alto e ainda disparou na saída de campo:

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Reprodução/Premiere FC

“A gente está acostumado a jogar em caldeirão. Aqui tem oito mil só, pô. Caldeirão é lá no chiqueiro, pô. Mas enfim, é um grande time, um excelente time o Santos”, afirmou após a partida, diminuindo a força da Vila Belmiro.

LEIA MAIS:

Agora no Grêmio, Barrios volta a viver “trauma” dos tempos de Palmeiras

Lateral do Grêmio cutuca comentaristas da ESPN após vitória na Libertadores

O episódio virou pauta nesta segunda do programa Linha de Passe, do canal a cabo ESPN Brasil, que propôs aos seus debatedores que definissem a conduta extracampo de Felipe Melo com apenas uma palavra. A definição mais forte foi a do experiente jornalista Juca Kfouri, que classificou como “falsa” a postura do volante.

“É algo que não me convence, eu acho falso. Quer dizer que faz tudo aquilo em campo e ainda depois fala de Jesus. Pô, deixa Jesus fora disso. É tipo o Marcelinho Carioca. Não vale uma nota de três reais. Parece algo pensado antes, não sei, mas não me convence”, disparou Juca.

O único dos comentaristas a defender as ações de Felipe Melo foi Arnaldo Ribeiro, que vê como “essencial” a personalidade do jogador do Palmeiras. Para Arnaldo, o volante também tem correspondido dentro de campo com boas atuações.

“Acho impossível ele pensar e planejar tudo isso durante o jogo, com a bola rolando nos 90 minutos. Não teria como. Penso que é verdadeiro, e ele tem jogado muito bem. Se pegar a pior partida do Palmeiras no ano, contra o Corinthians, o time piorou quando ele saiu de campo”, disse.

Os outros dois debatedores presentes no programa também fizeram críticas, só que mais sutis que as de Juca. Mauro Cézar Pereira entende que Felipe Melo tem um comportamento “instável”. Para Gian Oddi, é “desnecessário”.