DESTAQUE

Mustafá sugere diminuir elenco do Palmeiras: “é um exagero”

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Palmeiras

Crédito: Reprodução / Facebook

Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, o ex-presidente do Palmeiras, Mustafá Contursi, falou bastante sobre austeridade financeira, conceito que se tornou uma espécie de marca registrada de sua gestão no clube. Conselheiro bastante influente no clube, o ex-dirigente deixa claro que o Verdão precisa diminuir gastos para conseguir sobreviver.

Mustafá não cita apenas o departamento de futebol, mas o clube como um todo. O ex-presidente reclama bastante do departamento de marketing alviverde e, quando fala do elenco no futebol, classifica como um “exagero” contratar muitos jogadores mesmo após conquistar títulos importantes, como a Copa do Brasil em 2015 e o Brasileirão em 2016.

LEIA MAIS
Paulo Nobre reaparece barbudo e cabeludo na China
Ponte Preta x Palmeiras: veja a provável escalação do Verdão!

“Você precisa ter 80 jogadores contratados, que é o que o Palmeiras tem mais ou menos hoje, para jogarem só 15 ou 16? Todo início de temporada trazemos 10 jogadores. Ganhamos a Copa do Brasil, trouxemos mais dez. Conquistamos o Brasileiro, outros dez. Pra quê? É um exagero. Não cabe nem no vestiário. E isso em todos os setores do clube”, comenta Mustafá.

Questionado pela Folha sobre o que faria se fosse presidente do Verdão atualmente, Mustafá falou sobre medidas administrativas no clube social e, claro, no futebol. “[…] e o futebol como funcionou durante toda minha gestão, com profissionais. Dizem que o futebol tem que se profissionalizar, mas no Palmeiras sempre foi assim, e com grandes profissionais. Oscar Paulino, Rui Cardim, Américo Faria, entre vários outros. É uma falácia. Só o cara que ganha R$ 300 mil por mês é profissional?”, finaliza o ex-presidente.

Foto: Reprodução / Facebook