DESTAQUE

Com três gols em dois jogos, Neymar é artilheiro do Brasil na Arena Corinthians

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Crédito da imagem: Rafael Ribeiro/CBF

Nesta terça (28) Brasil x Paraguai jogam na Arena Corinthians pela 14ª rodada das Eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo da Rússia

.

Esta é a segunda vez que a seleção principal joga na Arena Corinthians. A primeira terminou com vitória por 3 a 1 diante da Croácia e marcou a abertura da Copa do Mundo de 2014.

LEIA MAIS:
Duelo de artilheiros, jogo de seis pontos e tudo que você precisa saber sobre as Eliminatórias

Na ocasião, o lateral esquerdo Marcelo fez um gol contra que abriu o placar, mas a seleção comandada por Felipão conseguiu a virada com gols de Neymar (dois, incluindo um de pênalti) e Oscar. Os croatas caíram na primeira fase e os brasileiros foram eliminados no inesquecível 7 a 1. Com a derrota para a Holanda, o time verde e amarelo terminou o Mundial em quarto lugar e a campanha provocou a troca no comando técnico.

A lista de convocados pelo técnico Tite tem apenas três nomes remanescentes daquela campanha: o lateral esquerdo Marcelo, o volante Paulinho e o atacante Neymar.

A Arena Corinthians também recebeu um jogo durante as Olimpíadas Rio 2016 e Neymar também deixou o dele: 2 a 0 sobre a Colômbia. A seleção comandada por Rogério Micale ampliou com Luan, do Grêmio, e seguiu firma para conquistar a até então inédita medalha de ouro no principal evento esportivo do mundo.

FICHA TÉCNICA – Brasil 3 x 1 Croácia
Local: Arena Corinthians, em Itaquera, São Paulo
Data: 12 de junho de 2014, quinta-feira
Horário: 17h (de Brasília)
Árbitro: Yuichi Nishimura (JAP)
Assistentes: Toru Sagara (JAP) e Toshiyuki Nagi (JAP)
Cartões amarelos: Neymar e Luiz Gustavo (Brasil); Corluka e Lovren (Croácia)
Gols: Marcelo (contra), aos dez minutos do primeiro tempo, Neymar, aos 28 minutos do primeiro tempo, e aos 25 minutos do segundo tempo; Oscar, aos 45 minutos do segundo tempo
BRASIL: Júlio César; Daniel Alves, David Luiz, Thiago Silva e Marcelo; Luiz Gustavo e Paulinho (Hernanes); Oscar, Neymar (Ramires) e Hulk (Bernard); Fred
Técnico: Luiz Felipe Scolari
CROÁCIA: Pletikosa; Srna, Corluka, Lovren e Vrsaljko; Modric e Rakitic; Perisic, Kovacic (Brozovic) e Olic; Jelavic (Rebic)
Técnico: Niko Kovac