Palmeiras vence no fim, imprensa fala em “sufoco” e até reclama de acréscimos; veja análise

O Palmeiras entrou em campo na noite desta quarta-feira pela segunda rodada da fase de grupos da Copa Libertadores. No Allianz Parque, o Verdão recebeu o Jorge Wilstermann e venceu por 1 a 0, com gol de Yerry Mina, aos 50 minutos do segundo tempo. Com os três pontos, o time paulista agora lidera o Grupo 5 da competição, com quatro pontos.

Rogério Lagos
Colaborador do Torcedores.com e palmeirense.

Crédito: Reprodução / Blog do Milton Neves

Sufoco? O Palmeiras está devendo na Libertadores? Essas foram algumas das menções de jornalistas na imprensa após a vitória do Verdão. Houve também quem interpretou a façanha de outra forma, rotulando o time alviverde como “guerreiro”. O Torcedores.com analisou algumas opiniões em blogs de jornalistas e comentaristas e resume agora para vocês.

LEIA MAIS
Números apontam Verdão mais forte com Mina
Veja as notas dos jogadores do Verdão!

JUCA KFOURI – O jornalista fez um texto mesclando os jogos do Palmeiras e Flamengo na Copa Libertadores. Quando cita o Verdão, fala em “sufoco”, mas entende que o resultado foi “justíssimo”, já que “um clube quis vencer, o outro enrolar”.

ROBERTO AVALLONE – O jornalista falou em “drama” e “sufoco”, opinando que o time entrou com muitos jogadores no meio no primeiro tempo, num jogo em que precisava apostar nas laterais, vide a retranca do adversário. Crava dizendo que a vitória “não precisava ser tão sofrida”.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

NETO – O apresentador destacou em seu blog que a vitória foi “suada” e classificou o gol de Mina como “chorado”. Além disso, deixou nas entrelinhas que o tempo de acréscimo da arbitragem foi exagerado. No entanto, ressaltou que o Palmeiras merecia a vitória, mas sem não cutucar dizendo que os adversários do Verdão até agora foram fracos. “Duas babas até aqui e sofreu contra as duas. Portanto é bom abrir o olho”, diz trecho.

MILTON NEVES – Outro que seguiu a linha incomodada com os acréscimos da arbitragem foi Milton Neves. Em seu blog, inclusive, há uma ilustração na qual ele aparece como quarto árbitro levantando uma placa de “até o Palmeiras fazer gol” no lugar do tempo de acréscimo. No texto, fala em “retrocesso” no futebol alviverde, “golzinho chorado” e segue opinando que Eduardo Baptista poderá ser demitido em breve.

Palmeiras

Reprodução / Blog do Milton Neves

MENON – O jornalista deixou claro que o Palmeiras mereceu a vitória, mas criticou o fato do time não conseguir jogar bem contra times mais fechados, a exemplo do Corinthians no Paulistão. Chegou a dizer que falta um “Cueva” no time alviverde, em alusão ao meia são-paulino.

COSME RÍMOLI – Em seu blog, Cosme foi um dos poucos a usar a expressão “guerreiro” para classificar o triunfo alviverde e destacar a liderança no Grupo 5 da Libertadores. Começa dizendo no texto que o jogo foi uma “tortura” para os palmeirenses e traz aspas de jogadores explicando o empenho no jogo.

PVC – Conhecido por analisar os jogos de forma tática, PVC escreveu em seu blog os motivos pelos quais o Palmeiras passou dificuldades na partida. Na visão dele, o Verdão “precisa precisa abrir mais espaços quando enfrentar times tão fechados”. O jornalista diz que o time tem de ter “mais movimentação, trocas de posição e parcerias, triângulos pelos lados do campo”.

MAURO BETING – “Ainda morremos do que nos faz mais vivos”, diz o título da coluna do jornalista. O texto narra os momentos de tensão na partida, as tentativas, as falhas e concluiu no gol salvador. “O jogo só acaba quando vem o Mina”, finaliza. A foto que ilustra seu texto resume bem a situação: Beting carregado de maca, simulando um mal estar, em uma montagem sob uma obra de arte.

Mauro Beting

Fotos: Reprodução / Blog Milton Neves e Blog Mauro Beting