Futebol

Palmeiras prepara plano “pós-seleção” para utilizar Dudu contra a Ponte

Publicado às

Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.

Crédito: Getty Images

O atacante Dudu irá defender a seleção brasileira na partida contra o Paraguai, nesta terça-feira, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018. O camisa 7, todavia, é reserva da equipe de Tite, por isso é incerto se ele entrará em campo. Por isso o Palmeiras planeja colocá-lo, nem se for por alguns minutos, em jogo contra a Ponte Preta, quarta, pelo Campeonato Paulista.

LEIA TAMBÉM:
Finais do Paulistão fora do Allianz podem dar prejuízo superior a R$ 1 milhão ao Palmeiras
10 vezes que Felipe Melo fez o palmeirense ter orgulho de sua ousadia

Gabriel Jesus visita Dudu em hotel da seleção e “trolla” atacante do Palmeiras; confira

Em entrevista ao site GloboEsporte.com, o técnico Eduardo Baptista disse que irá conversar com o atacante, que se não jogar contra o Paraguai, completará oito dias sem disputar partidas oficiais. O treinador quer seu capitão “tinindo” para as fases finais do Campeonato Paulista e a sequência na Libertadores.

“Talvez o Dudu (entre em campo contra a Ponte), por estar em São Paulo e se não jogar (pela Seleção, contra o Paraguai). É uma conversa com ele. É importante se ele estiver bem para jogar. Se ele não for utilizado vai ficar sem jogo há quase dez dias. Para uma fase decisiva é importante ele jogar”, confirmou o treinador do Verdão.

Como o jogo da seleção brasileira será disputado na Arena Corinthians, o deslocamento a Campinas não deverá ser problema para Dudu. O camisa 7 será o único dos quatro palmeirenses convocados com condições de jogo – Mina e Borja estão defendendo a Colômbia, que enfrenta o Equador, em Quito, e Alejandro Guerra tentará ajudar a Venezuela contra o Chile, em Santiago.

Após garantir a classificação antecipada para as quartas de final do Estadual, Eduardo Baptista começou a rodar o elenco de maneira a dar oportunidade a todos os jogadores. O empate com o Audax, todavia, não estava em seus planos, e por isso uma vitória contra a Ponte é primordial para que o Palmeiras mantenha a hegemonia no Paulistão.

Hoje o Verdão é o líder geral do Estadual, com 25 pontos, quatro de vantagem para o arquirrival Corinthians. A pontuação continua a ser contabilizada na fase eliminatória, o que dá ao dono da melhor campanha o direito de decidir em casa o mata-mata.