DESTAQUE

Pelo Palmeiras, técnico do Paraguai já enfrentou Tite em três oportunidades e nunca venceu

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Palmeiras

Crédito: Foto: Getty Images

O atual técnico da seleção paraguaia, adversária do Brasil nesta terça-feira (28), é um velho conhecido da torcida do Palmeiras, Francisco Arce, mais conhecido como Chiqui Arce.

O treinador, que atuava como lateral-direto em seus tempos de atleta, teve uma passagem marcante pelo alviverde, de 1998 até o ano de 2002.

LEIA MAIS:
Zagueiro Marquinhos lembra saída do Corinthians e fala sobre possível retorno ao clube

Durante a sua passagem pelo Brasil, no entanto, Arce não teve muita sorte quando enfrentou o atual técnico da seleção brasileira. Jogando pelo Palmeiras, o paraguaio enfrentou Tite em três oportunidades, sendo um dentro das quatro linhas e outro já como treinador, na ocasião, do time do Grêmio.

No total, foram duas vitórias para Tite e um empate. Pelo Brasileirão de 2001, os clubes se enfrentaram no histórico Estádio Olímpico, e o time gaúcho foi o vencedor da partida por 3 a 0. Nesse jogo, inclusive, o paraguaio foi expulso.

No mesmo ano, Grêmio e Palmeiras se encontraram pela Copa Mercosul, e mais uma vez o Tricolor venceu jogando em casa, desta vez, o placar foi de 3 a 1. Na ocasião, quem comandava o Verdão era o também caxiense Celso Roth.

Já em 2002, pelo Campeonato Brasileiro a partida foi em São Paulo, no antigo Palestra Itália. Depois de Nenê, hoje no Vasco, abrir o placar para o Palmeiras, Anderson Lima empatou para o Grêmio de Tite, e o jogo se encerrou 1 a 1.

Na noite desta terça-feira, Arce precisa surpreender o líder Brasil para não correr risco de se distanciar ainda mais de uma vaga na Copa do Mundo de 2018, na Rússia, já que sua seleção é a sétima colocada atualmente, dois pontos atrás do quinto, Equador.