Prass comenta declaração de Gabriel no Corinthians: “É válido, mas quando perder vai ouvir muito”

Fernando Prass expôs sua opinião sobre as recentes declarações do ex-volante do Palmeiras Gabriel. Durante entrevista ao programa Bolívia Talk Show, do canal Desimpedidos, o goleiro comentou as provocações de ambas as partes, tanto dos palmeirenses como do meia que hoje está no Corinthians.

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

Crédito: Fernando Prass (goleiro) - Brasil. Foto: Reprodução/ Facebook

Para o arqueiro, as provocações no futebol são válidas desde que não ultrapasse os limites. “Eu acho que tu pode tirar um sarro, mas sem desrespeitar a história do clube, do jogador…tirando isso, que nem o Felipe (Melo) falou, não ofendeu ninguém”, afirmou sobre as declarações do jogador do Palmeiras após a vitória no clássico contra o Santos. Na época, o volante disse que o verdadeiro caldeirão era o Allianz Parque e não a Vila Belmiro.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

LEIA MAIS: Prass brinca com Rogério Ceni e diz qual rival é o preferido para pegar pênaltis

Sobre o ex-companheiro Gabriel, Fernando Prass disse que não ia criticar o volante mas fez um aviso. “O desabafo é válido, mas quando perder vai ouvir muito. O cara que faz isso tem que saber que toda ação tem uma reação, tem que aguentar o tranco”, concluiu.

Após a vitória do Corinthians sobre o Palmeiras por 1 a 0 no clássico do dia 22 de fevereiro, Gabriel fez um vídeo no vestiário do Timão questionando os palmeirenses e falando diversos xingamentos e provocações. O volante havia sido expulso, injustamente, aos 45 minutos do primeiro tempo e foi muito criticado pela torcida do Verdão.

Prass também aproveitou para alfinetar o rival e ao falar sobre o favoritismo na Libertadores e um possível mundial, fez menção a conquista do Corinthians em 2000.

“Ai ficamos com dois né (mundiais), fica difícil correr atrás. Mundial sem Libertadores… é discussão para torcedor (risos)”, brincou.