Esportes Olímpicos

Quase sempre na represa, Copa Paulista de Vela faz etapa em Santos

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto: Maurício Brancco / ICS

A Copa Paulista de Vela testou no passado levar algumas etapas da Represa Guarapiranga para as águas de Santos (SP). A terceira das 12 etapas programadas para a temporada, terminou neste domingo (26) com 39 embarcações competindo. As classes Snipe e Laser (standard, 4.7 e máster) dominaram a raia, que ainda recebeu Dingue, Holder e Hobie Cat entre os barcos inscritos no Iate Clube de Santos.

Com 15 embarcações na raia, a classe Snipe foi a mais numerosa em Santos. Vitória da dupla do YCP, Leonardo Prioli e Gabriel Chorocejus, seguida por Ubinha/Brandão e Gagliotti/Wisniewski, ambas do ICS. Na Larer, com 13 barcos, Paulo Papadimitrus (YCSA) venceu na categoria Standard, enquanto Felipe Fonseca, do mesmo clube, foi o primeiro colocado na 4.7.

Os vencedores nas demais classes: Dingue – Menezes e Cardoso (ICS); Holder – Lucas Neves (ICS); Hobie Cat 14 – Alexandre Garcia – Clube Internacional de Regatas (CIR), de Santos. Barcos e tripulações retornam à Baixada Santista em 24 e 25 de junho, para a segunda das três etapas da Copa Paulista programadas para o mar neste ano.

A etapa inédita atingiu a expectativa dos velejadores e animou o diretor de Vela do Yacht Club Paulista, Alberto Hackerott. “Pudemos experimentar uma raia em que as condições da maré e as ondas interferem diretamente na regata. São variáveis ausentes na represa. Conseguimos assim, atender ao apelo dos velejadores que desejavam correr no mar. Agradeço ao ICS pelo empenho”, afirmou Alberto.