Futebol

Vidal amarga momento “Inacreditável F.C” e perde dois gols feitos na sequência

Publicado às

Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.

Crédito: Reprodução/Twitter

Ameaçada de não ir à Copa do Mundo de 2018, na Rússia, a seleção do Chile tratou de reagir, nesta terça-feira, ao derrotar a Venezuela, em Santiago, por 3 a 1. Os gols dos anfitriões foram marcados por Esteban Paredes (2) e Alexis Sánchez. Rondón descontou para os venezuelanos, que amargam a lanterna das Eliminatórias Sul-Americanas. O placar, todavia, poderia ter sido muito maior para os chilenos.

LEIA TAMBÉM:
Borja “cala a boca” de imprensa colombiana após vitórias nas Eliminatórias; confira
Borja brilha e dá assistência de “trivela” para gol de James Rodríguez; veja lance

Olha ele aí! Armero rebola legal em comemoração de gol da Colômbia; assista

O problema é que Arturo Vidal não estava em um bom dia. O camisa 8 perdeu duas chances incríveis no começo do segundo tempo que fizeram os torcedores chilenos enlouquecerem de raiva. Aos 7 minutos, deu um “bolão” para o volante dentro da área, que, sozinho, chutou para fora de forma displicente.

Um minuto depois, Vidal recebeu passe açucarado de Paredes em um contra-ataque e, da entrada da área, finalizou para cima. Sem acreditar, o jogador do Bayern de Munique ficou caído.

Veja os lances!

Para completar, Sánchez ainda desperdiçou uma cobrança de pênalti também na etapa final.

Assista!

Com os três pontos, a seleção chilena subiu para 22 pontos e ultrapassou a Argentina, em quarto lugar. Na próxima rodada, no fim de agosto, Vidal, Sánchez e Cia encaram o Paraguai, em casa. Na semana seguinte, viajam para enfrentar a Bolívia.