Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Bia Haddad “vinga” Bellucci e é campeã de duplas do WTA de Bogotá

Se Thomaz Bellucci bateu na trave e ficou com o vice-campeonato do ATP 250 de Houston em simples, o Brasil pôde sorrir graças ao tênis feminino. Neste final de semana, a paulistana Beatriz Haddad Maia se sagrou campeã de duplas do WTA de Bogotá ao lado da argentina Nadia Podoroska. Na decisão, Bia e Podoroska derrotaram a paraguaia Veronica Cepede Royg e a polonesa Magda Linette por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 7/6(4).

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

Crédito: Divulgação

LEIA TAMBÉM:
EXCLUSIVO: Bruno Soares vê chance de Federer voltar ao número 1 ainda nesta temporada

EXCLUSIVO: Bruno Soares discorda de parceiro e pede mudanças radicais na Copa Davis

Foi o segundo título de WTA da brasileira de 20 anos em duplas, e curiosamente o segundo na capital colombiana. Em 2015, Bia venceu a chave junto com a conterrânea Paula Gonçalves. Após a partida, a tenista admitiu que nunca tinha jogado antes com a parceira.

“A gente nem ia jogar juntas, mas a minha parceira cancelou meia horas antes do sign-in (inscrição das atletas), deu um desespero e pedimos um convite para o diretor do torneio. Foi tudo uma surpresa, primeira vez que jogamos juntas e nos demos super bem. Alguns jogos não jogamos o nosso melhor tênis, mas nos mantivemos firme e vibrando para chegarmos ao título”, disse Bia.

A paulistana agora possui dois títulos de WTA em duplas na carreira e fica a um de igualar Patrícia Medrado entre as brasileiras com maior número de conquistas na modalidade. Além delas, Cláudia Monteiro, Niege Dias e Paula Gonçalves – parceira de Bia no título em 2015 – possuem títulos na Era Aberta.

Bia também agradeceu à torcida em Bogotá e dedicou o título de hoje aos colombianos que adotaram os brasileiros após o acidente com o voo que levava o time da Chapecopense, em novembro do ano passado. “Esse título é deles também. O povo colombiano foi muito solidário”, disse a brasileira, arrancando lágrimas do público na cerimônia de premiação.

Número 1 do Brasil e 153ª do mundo no ranking de simples, Bia é somente a 465ª colocada em duplas e quinta melhor do país. Com os 280 pontos garantidos, a paulistana irá aparecer entre as 170 melhores. Sua melhor posição no ranking de duplas foi o 116º lugar, alcançado em 2015.