Futebol

Criticado pela torcida, Fabiano participou dos três gols do Palmeiras

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

A vitória do Palmeiras por 3 a 2 diante do Peñarol no Allianz Parque nesta quarta-feira (12) teve um gostinho especial para um jogador em questão. O lateral-direito Fabiano, que vinha sendo muito criticado pela torcida palmeirense desde a lesão do titular Jean, foi um dos destaques da partida.

LEIA MAIS:
Por publicidade, Palmeiras não exibe lances no telão do Allianz na Libertadores
Até fazer? Palmeiras x Peñarol teve apenas 40 minutos de bola rolando

O camisa 22 participo das jogadas que originaram os dois gols da virada nos cinco minutos do segundo tempo, e anda marcou o gol da vitória aos 54 minutos da etapa final.

No primeiro gol, marcado pelo atacante Willian, Fabiano fez o cruzamento para a grande área, e após bate-rebate na área, a bola sobrou para o camisa 29, livre, marcar. Veja o lance:

Já no gol da virada, marcado pelo Dudu, a bola partiu de uma cobrança de lateral cobrada por Fabiano. Borja escorou de cabeça para Guerra, que partiu em velocidade e rolou para Dudu só chutar para o gol. Veja o lance:

Aos 54 minutos de jogo, Fabiano tentou cabecear a bola para o gol, mas o goleiro do Peñarol defendeu e mandou para escanteio. Na cobrança de Michel Bastos, o próprio lateral mandou a bola para o fundo das redes. Veja o lance:

Após a partida, Fabiano falou sobre o sufoco para derrotar o Peñarol. “O importante é que mesmo com dificuldade, com um jogador a menos, nós nunca paramos de lutar. Foi um prêmio pelo nosso esforço, por nunca termos desistido do buscar o gol

Alexandre Mattos, diretor de futebol do Verdão, fez questão de defender o jogador e pedir paciência da torcida após as criticas. “Aproveito para pedir um pouquinho ao torcedor que entenda melhor. Eu vi muita marcação em cima do Fabiano. Não é porque ele fez o gol. Torcida é assim, dois caminhos: o do amor ou do terror. O caminho do terror bota todo mundo louco, inclusive o jogador. Se você é advogado, imagina uma pessoa lá incomodando na sua cabeça. Ninguém trabalha. O Fabiano é um cara que o Palmeiras comprou, tem contrato longo, acreditamos. Deus está iluminando, toda hora fazendo gol. É um menino do bem. Não à toa que o Cruzeiro não queria ceder, três times queriam. Vamos dar apoio. Todos erram, eu também erro pra caramba”, disse o dirigente.