Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Destaque brasileiro no futebol alemão revela que teve vontade de jogar no Palmeiras

O Palmeiras montou nesta temporada um elenco recheado de estrelas. Favorito à conquista dos principais títulos, o clube tem atraído olhares de vários jogadores com vontade de defender o manto alviverde. Mas há alguns anos, o time passou por momentos difíceis, nem por isso deixou de ser referência para alguns atletas.

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

Crédito: Foto: Divulgação/ Facebook Oficial do Borussia Mönchengladbach

E um deles é o brasileiro Raffael, um dos principais destaques do Borussia Mönchengladbach. Em entrevista ao Fox Sports, o jogador revelou que se encantaria em poder um dia jogar no Palmeiras. Em 2012, surgiu rumores de que o atacante poderia ter jogado pelo Verdão.

LEIA MAIS

MICHEL BASTOS APARECE EM TREINO DO PALMEIRAS COM NOVO VISUAL; VEJA

EDUARDO BAPTISTA ELOGIA POSSÍVEL CONTRATAÇÃO DE ZAGUEIRO LUAN

DUDU VENCE PROCESSO NA JUSTIÇA POR “EMPURRÃO” EM ÁRBITRO NA VILA BELMIRO

O brasileiro comentou sobre os rumores de uma possível transferência para o Verdão em 2012. Com atuações pelo futebol europeu, Raffael nunca jogou profissionalmente no Brasil.

Nada de concreto chegou até mim, mas eu perguntei ao meu empresário e ninguém oficialmente chegou a me procurar”, revelou.

Atualmente, Raffael tem mais dois anos de contrato com o clube alemão, portanto, para jogar em qualquer outra equipe, teria que ser pago o valor da multa rescisória.

Sinceramente eu cheguei a pensar (em se transferir) por se tratar do Palmeiras, de uma equipe muito grande. Eu nunca tinha jogado no Brasil e sempre tive esse desejo. Ainda tenho esse desejo, mas no momento tenho mais dois anos de contrato com o Gladbach e, no momento, não pretendo jogar no Brasil”, afirmou.

Em entrevista exclusiva ao Torcedores.com, o jogador teria revelado vontade de jogar em um rival palmeirense, o São Paulo:

“Sim, é verdade, eu saí muito cedo do Brasil. Estou muito bem adaptado aqui na Europa, em especial na Alemanha. Mas, naturalmente eu guardo um carinho muito grande pelo Brasil. Se um dia eu tiver a oportunidade de jogar no Brasil, gostaria que fosse no São Paulo ou no Ceará”.