Futebol

Fluminense já pensa em oficializar a conquista da Taça Rio 52 como Mundial

Publicado às

Radialista, Jornalista com passagens como correspondente pelo site italiano CalcioNews24.com e pelo Arena Rubro-Negra. Atualmente setorista do Fluminense e Futebol Sul-Americano no Torcedores.com

Fluminense

Crédito: Foto: Divulgação/Site Oficial do Fluminense

No começo desta semana, o Fluminense realizou uma exposição na sede das Laranjeiras em celebração aos 65 anos da conquista da Taça Rio de 1952, considerado por muitos como um título do Mundial Interclubes. Em entrevista ao site do “UOL Esporte“, o diretor do museu da FIFA Stefan Jost falou sobre o assunto e diz que ficaria honrado em receber os documentos sobre a Copa Rio da diretoria tricolor.

“Estaríamos honrados em receber esses documentos históricos do lendário Fluminense”, pontuou o dirigente da FIFA, sobre o título da Taça Rio 1952.

LEIA MAIS:
GOIÁS X FLUMINENSE: SAIBA O QUE ESTÁ EM JOGO
GOIÁS X FLUMINENSE: SAIBA COMO ASSISTIR AO JOGO AO VIVO NA TV
PEDRO ABAD ATUALIZA INFORMAÇÕES SOBRE A BUSCA POR NOVO PATROCINADOR MÁSTER NO FLUMINENSE

Com a palavra Peter Siemsen, o ex-presidente tricolor também falou sobre o caso e diz que a FIFA está organizando uma exibição ao futebol brasileiro e já conheceu em seus canais de redes sociais que a Copa Rio foi o primeiro título de campeonato mundial intercontinental. Para o ex-dirigente, o material pode ser importante para acelerar na homologação da Taça Rio 1952 como Mundial.

“A FIFA está organizando exibição sobre o futebol brasileiro em seu recém inaugurado Museu do Futebol Mundial e já reconheceu em seus canais oficiais de comunicação que a Copa Rio foi o primeiro campeonato mundial intercontinental de clubes. O Fluminense Football Club, campeão em 1952, espera que este material contribua para incrementar ainda mais esta exibição e deseja que a FIFA aproveite esta iniciativa para valorizar ao máximo a história do futebol brasileiro e dos títulos internacionais conquistados pelos clubes do país, com o devido destaque em todas as suas mídias”, escreveu o ex-presidente ao site UOL.