Automobilismo

No Bahrein, Bottas bate Hamilton no fim e fatura primeira pole na F1

Publicado às

Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.

Crédito: Foto: Getty Images

Valtteri Bottas conquistou sua primeira pole position na Fórmula 1 neste sábado (15). O finlandês da Mercedes foi o mais rápido na fase final da classificação que definiu o grid de largada para o Grande Prêmio do Bahrein, terceira etapa da temporada deste ano, ao marcar no circuito de Sakhir 1min28s769, utilizando pneus supermacios.

A equipe da estrela de três pontas ainda viu Lewis Hamilton ficar com a segunda posição, com uma marca 0s023 pior em relação a do companheiro de time. Sebastian Vettel ficou com a terceira posição com a Ferrari, enquanto Daniel Ricciardo garantiu a quarta posição com a Red Bull. Kimi Räikkönen, com a outra Ferrari, se colocou na quinta posição.

Além do finlandês do time de Maranello, a terceira fila do grid no Bahrein terá Max Verstappen, da Red Bull. Nico Hülkenberg colocou a Renault na sétima posição do grid, enquanto Felipe Massa vai partir da oitava posição com a Williams. O grupo dos dez melhores ainda terá Romain Grosjean, da Haas, e Jolyon Palmer, companheiro de Hülkenberg.

O Grande Prêmio do Bahrein de Fórmula 1 acontece neste domingo (16), a partir do meio-dia, pelo horário de Brasília.

Confira como foi a definição do grid de largada

Q1
A primeira fase da classificação foi aberta com os pilotos da Sauber e Lance Stroll sendo os primeiros a partir à pista. Com os supermacios, Wehrlein marcou 1min33s502, sendo o primeiro a registrar tempo na atividade. Magnussen, Stroll e Pérez se revezaram na primeira posição, até que Bottas marcou 1min31s041, usando os compostos macios.

Verstappen se colocou na primeira colocação com uma volta em 1min30s904, usando os supermacios, mas logo foi superado por Hamilton, que registrou 1min30s814, com os macios. Vettel, também com os pneus de faixa amarela, se colocou na terceira posição. Felipe Massa, por sua vez, apareceu na quinta posição com a Williams.

Restando quatro minutos para o final do segmento, Grosjean marcou o oitavo tempo, saindo da zona de eliminação. Outro que conseguiu avançar a segunda rodada foi Palmer, que marcou o sétimo tempo. Carlos Sainz ficou parado no terceiro setor, e acabou eliminado. Stoffel Vandoorne, Sergio Pérez, Marcus Ericsson e Kevin Magnussen também não avançaram.

Q2
A segunda rodada do qualifying foi iniciada com Bottas sendo o primeiro a visitar a pista, desta vez usando pneus supermacios, e marcou 1min29s555. A marca, porém, foi superada segundos depois por Hamilton, que marcou 1min29s535. Vettel apareceu na terceira posição, apenas 61 milésimos atrás da melhor marca. Räikkönen e Verstappen fechavam o top-5 restando sete minutos.

Com cinco minutos para o término da segunda rodada, Alonso deixou os boxes da McLaren e desistiu de marcar uma volta rápida. Se os sete melhores optaram por não deixar os boxes, outros sete pilotos tentaram melhorar seus tempos. Grosjean avançou ao oitavo posto, enquanto Stroll ficou com a 11ª posição. Palmer foi outro que se classificou ao marcar o décimo tempo, enquanto Hülkenberg cravou a quinta melhor marca, derrubando Verstappen.

Os eliminados da fase decisiva da prova de classificação foram Daniil Kvyat, Lance Stroll, Pascal Wehrlein, Esteban Ocon e Fernando Alonso.

Q3
A definição do pole position foi aberta com os pilotos esperando por um momento para visitar à pista. Exceto Hülkenberg, Grosjean e Palmer, todos os pilotos partiram para a primeira tentativa de volta rápida. Ricciardo marcou 1min30s007, mas logo foi superado por Bottas, que marcou 1min28s844, marca batida por Hamilton na sequência, com 1min28s792.

Vettel se posicionou no terceiro posto, seguido por Räikkönen. Massa, por sua vez, avançou ao sétimo lugar. Em sua única tentativa, Grosjean marcou o oitavo tempo, enquanto Hülkenberg avançou para o sexto posto. Bottas partiu para sua última tentativa e marcou 1min28s769, e viu seus rivais falharem, conseguindo a primeira pole position da carreira.

Foto: Getty Images