Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Pedro Rocha salva Grêmio da derrota e ressalta força do elenco: “todos têm qualidade”

Com uma formação com nove reservas, o Grêmio arrancou um empate contra o Guaraní-PAR, na noite desta quinta-feira, no Defensores Del Chaco, e se manteve na liderança do Grupo 8 da Copa Libertadores. Mas quem evitou a derrota foi justamente um titular. Poupado no início, o atacante Pedro Rocha saiu do banco de reservas e evitou a primeira derrota gremista.

Rafael Alaby
Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)

Crédito: Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Após a partida, o jovem revelado nas categorias de base ressaltou a força do elenco tricolor e elogiou a atuação do time alternativo usado pelo técnico Renato Gaúcho.

VEJA TAMBÉM:
Guaraní-PAR x Grêmio: assista aos gols 

“A gente sabe que Libertadores são jogos difíceis. A gente conseguiu fazer um excelente jogo, entrou muito ligado independente de não ser o time que vem jogando. Mostra o quanto a gente é bem treinado e está bem para jogar. Feliz por ter entrado, ter feito um gol e ajudado a minha equipe”, disse Pedro Rocha, em entrevista ao SporTV, ainda no gramado.

O atleta revelou que sabia com antecedência que Renato usaria a base reserva e pouparia os titulares para a partida de volta da semifinal do Gauchão, contra o Novo Hamburgo, neste domingo, no estádio do Vale.

“A gente sabia até pela importância do jogo de domingo, até para dar um descanso para quem vem jogando mais partidas, mas isso mostra a força do nosso grupo. A gente sabe que todo mundo tem qualidade”, completou.

Pedro Rocha negou que a ideia da comissão técnica era poupar a base titular e concentrar forças no Gauchão exclusivamente para impedir o heptacampeonato estadual do arquirrival Internacional.

“(O Renato poupou) não pra impedir o campeonato deles, mas porque a gente quer vencer. Nossa equipe também é grande e nós queremos vencer sempre”, encerrou.

Contra o Guaraní, o Tricolor atuou desde os 16 minutos do segundo tempo com um homem a menos já que o volante Michel foi expulso. Aos 27, López abriu o placar para os anfitriões, mas Pedro Rocha deixou tudo igual aos 34.