Futebol

Mancuello foi cortado de jogo do Flamengo contra o Atlético-PR; veja o motivo

Publicado às

Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.

Crédito: Crédito da imagem: Gilvan de Souza / Flamengo

Com a ausência de Éverton, a expectativa do torcedor do Flamengo era que Mancuello entrasse como titular na partida contra o Atlético-PR, nesta quarta-feira, pela Libertadores. O técnico Zé Ricardo, todavia, ousou e escalou o lateral-esquerdo Miguel Trauco como companheiro de Guerrero na frente junto também com Gabriel. O ala já tinha experimentado essa função alternativa nos tempos de Universitário-PER.

LEIA TAMBÉM:
Torcida do Flamengo exibe mosaico em homenagem a golaço de Zico em 1981; veja fotos

O que houve com “Mancu”? O camisa 11, que treinou a semana toda no time titular, sentiu uma indisposição estomacal no vestiário do Maracanã e acabou vetado até do banco de reservas.

Como o Flamengo terá os próximos dias livres, uma vez que não está na final da Taça Rio, Mancuello deve estar à disposição do técnico Zé Ricardo para o jogo em Curitiba, na quarta-feira que vem.

Com a vitória por 2 a 1 sobre o Atlético-PR e o empate entre Universidad Católica e San Lorenzo na outra partida da noite, o Flamengo assumiu a liderança isolada do Grupo 4 da Libertadores com seis pontos.

FICHA TÉCNICA:
FLAMENGO x ATLÉTICO-PR
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro, às 21h45 (horário de Brasília)
Público presente: 58.558 torcedores
Renda: R$ 3.336.297,50

FLAMENGO: Alex Muralha; Pará (Cuéllar), Donatti, Réver e Renê; Márcio Araújo, Wilian Arão e Diego (Matheus Sávio); Gabriel (Marcelo Cirino), Trauco e Guerrero. Técnico: Zé Ricardo.

ATLÉTICO-PR: Wéverton; Jonathan, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Deivid (Luiz Otávio), Rossetto e Lucho Gonzalez (João Pedro); Douglas Coutinho, Nikão e Eduardo da Silva (Grafite). Técnico: Paulo Autuori.