DESTAQUE

“Ter um dia sem dor”, revela Lais Souza sobre seu maior desejo

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Divulgação/Facebook Oficial

A ex-ginasta Lais Souza, que ficou tetraplégica, após sofrer um acidente de esqui, enquanto treinava para os Jogos Olímpicos de Inverno de 2014, em Salt Lake City, nos Estados Unidos, conta que ainda sente bastante dores em diversas regiões do corpo.

“Tenho que cuidar dos pontos de pressão porque fico muito tempo sentada, então estou sempre mudando de lugar e posição. A cada duas horas pelo menos alguém precisa me virar e sinto bastante dor nas mãos, costas, bumbum, no pé.  Conforme minha pressão arterial muda, essas dores vão me enchendo”, disse Lais em entrevista ao programa “Mariana Godoy Entrevista” da RedeTV, A declaração foi reproduzida pelo UOL Esporte.

LEIA MAIS:  HOSPITAL LEFORTE RENOVA E AMPLIA PARTICIPAÇÃO NO L’ÉTAPE BRASIL

 Na mesma entrevista, Lais revelou também que tem o desejo de ser mãe.

“Eu poderia ter um bebê. Se eu ficasse grávida, precisaria de uns três Willians (cuidador), mas já parei para pensar mil vezes, pois queria uma ‘Laisinha’ para mim”, completou.

No acidente, Lais Souza lesionou a terceira vértebra cervical (C3), o que acabou comprometendo todas as funções motoras, sensitivas e autônomas da ex-atleta.