Treino do Palmeiras na Sexta-feira Santa também teve susto; veja resumo

BORJA
Cesar Greco / Ag. Palmeiras

O treino desta sexta-feira na Academia de Futebol serviu para o técnico do Palmeiras, Eduardo Baptista, ter uma ideia de quem poderá promover para a partida de ida da semifinal do Campeonato Paulista. No domingo, o Verdão vai a Campinas enfrentar a Ponte Preta, às 16h (horário de Brasília), mas vários jogadores apresentaram alto desgaste após o jogo emocionante contra o Peñarol, no meio de semana, pela Libertadores.

LEIA TAMBÉM:
Parabéns é o c…! Róger Guedes sofre trote antes de treino do Palmeiras; assista
Luan é regularizado no BID, mas data de estreia ainda é incerta pelo Palmeiras

O treinador comandou atividade em campo reduzido com parte do elenco. Quem atuou mais de um tempo no jogo-treino contra o Nacional-SP, na última quinta-feira, fez apenas trabalho regenerativo na academia. As novidades foram as presenças do lateral-direito Jean e do atacante Róger Guedes, que levou “trote” dos companheiros.

O restante do elenco que continuou no gramado participou de um trabalho tático, enquanto os goleiros Fernando Prass e Jaílson treinavam com o preparador Oscar Rodriguez. E foi no decorrer desta atividade que Borja assustou.

PREOCUPA?

O centroavante colombiano caiu após dividida, ficou alguns instantes deitado no gramado, recebendo atendimento, mas levantou e voltou a trabalhar normalmente. Mais desgastados que os outros titulares, o zagueiro Mina, o meia Guerra e o atacante Dudu saíram mais cedo e se dirigiram para a parte interna do CT, para fazer fortalecimento.

Em entrevista coletiva, logo depois, o técnico Eduardo Baptista confirmou que sua intenção é usar força total em Campinas, já que o elenco terá uma semana livre para trabalhar até a partida de volta, no Allianz Parque. Talvez a única alteração em relação ao time que enfrentou o Peñarol seja a entrada de Jean, já recuperado de fissura no pé direito, na vaga de Fabiano.

Desgastado, Guerra ainda é incógnita. Caso não tenha condições de ir a campo, Michel Bastos, Keno e Raphael Veiga aparecem como alternativas para o setor.

PROVÁVEL PALMEIRAS CONTRA A PONTE:



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.