Vasco não vence Flamengo há quase um ano; veja o que mudou

“Flamengo e Vasco é um campeonato à parte”, “eu quero que o Flamengo morra”, “anormal é perder para o Flamengo”. Com frases como essas, o presidente do Vasco Eurico Miranda dá a dimensão do tamanho da rivalidade entre Flamengo e Vasco no futebol carioca. Apesar de ter ficado nove jogos sem perder para o rubro-negro, agora é o Gigante da Colina que não vence o rival.

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

Crédito: Foto: Reprodução/Twitter oficial do Vasco da Gama

LEIA MAIS
Com atuação discreta de Vinícius Júnior, Flamengo vence CRB e se classifica na Copa do Brasil Sub-20
Vasco relaciona 18 jogadores para clássico contra o Flamengo; confira

O último triunfo do cruzmaltino sobre a equipe da Gávea foi em 24 de abril de 2016, em Manaus, pela semifinal do Campeonato Carioca. De lá para cá foram apenas dois duelos, ambos disputados em 2017, com duas vitórias para o Flamengo. Neste sábado os dois times voltam a se enfrentar pela semifinal da Taça Rio, no Maracanã. Veja o que mudou nos dois clubes desde a última vez que o Vasco venceu seu maior rival:

Fim da freguesia na “Era Eurico”

Desde que Eurico Miranda voltou à presidência, o Vasco tem obtido bons resultados contra o Flamengo. O clube chegou a ter nove jogos de invencibilidade contra o rival, de março de 2015 a fevereiro de 2017. Nesse período, o cruzmaltino eliminou o rubro-negro na semifinal do Carioca dois anos consecutivas e nas oitavas de final da Copa do Brasil em 2015. Porém, na semifinal da Taça Guanabara a série chegou ao fim com a derrota por 1 a 0 em Volta Redonda e agora é o próprio Gigante que amarga um jejum, que apesar de ter poucos jogos, já dura quase um ano.

Mudanças de comando

Em abril de 2016, o Flamengo era comandado por Muricy Ramalho e o Vasco por Jorginho. Um mês depois, Muricy foi obrigado a deixar o cargo por conta de problemas de saúde. Em seu lugar, assumiu o técnico do sub-20 Zé Ricardo, que conseguiu levar o time à 3ª posição no Brasileirão. No Vasco, Jorginho colocou o time de volta à Série A, mas não renovou seu contrato para 2017. Cristóvão Borges foi contratado para a comandar a equipe, mas em menos de quatro meses, o clube já trocou de treinador. Agora quem dá instruções no banco de reservas de São Januário é Milton Mendes.

Quer saber quem chega e quem sai dos clubes do Brasil e do mundo?

 

Braçadeira no Flamengo

Aquela semifinal foi marcada por um fato polêmico. O zagueiro Wallace, então capitão do Fla, quebrou o protocolo, entrou correndo no campo e fincou uma bandeira do Flamengo no círculo central. A atitude foi bastante criticada, pois os mascotes que deveriam entrar em campo junto com o time ficaram a ver navios no túnel. Além disso, Wallace já era bastante contestado por suas atuações em campo. Pouco tempo depois, o zagueiro deixou o clube e Réver, hoje o capitão da equipe, chegou à Gávea para ser o xerifão.

11 jogadores

Dos 28 atletas que entraram em campo naquele dia, dez não estão nem em um lado nem em outro. Do lado do Flamengo saíram: Paulo Victor, Wallace, César Martins, Jorge e Alan Patrick. Deixaram o Vasco: Luan, Júlio César, Diguinho, Jorge Henrique e Riascos. Além destes dez, ainda tem Rafael Vaz, que estava no clube de São Januário ano passado, mas que agora defende a equipe vermelha e preta.

Maracanã

Desde 2015 o Clássico dos Milhões não é disputado no Maior do Mundo. Com o estádio entregue à organização dos Jogos Olímpicos Rio 2016 durante grande parte do ano passado, o clássico virou itinerante nesse tempo. Depois da partida vencida pelo Vasco em Manaus, o duelo foi disputado no Estádio da Cidadania, em Volta Redonda, e no Mané Garrincha, em Brasília. Neste sábado, o Flamengo x Vasco voltará a ser disputado no Maracanã.