Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Vasco provoca na web, Botafogo responde e até Flamengo entra na “briga”

Vasco x Botafogo entraram em campo em busca do primeiro troféu em 2017, no estádio Nilton Santos. Ao final do jogo, melhor para o time cruzmaltino, que venceu por 2 a 0 e ficou com o título da Taça-Rio, segundo turno do Campeonato Carioca. Após o jogo, as equipes trocaram farpas através do Twitter e até o Flamengo entrou na discussão, no caso, para amenizar.

Ramon Lopes
Foi editor do semanário BolanoBarbante, apaixonado por esportes, entusiasta das corridas de rua e dos jogos de tênis.

Crédito: Paulo Fernandes/Vasco/Divulgação

Com a conquista, o Gigante da Colina se tornou o maior vencedor da Taça-Rio. Antes, a equipe estava empatada com Flamengo e Botafogo, com sete títulos, cada. A última vez que o Cruzmaltino havia vencido o torneio foi em 2004.

LEIA MAIS:
BOTAFOGO ENCARA O ATLÉTICO NACIONAL EM BUSCA DE QUEBRAR TABU DE 44 ANOS

A conquista confirma a ascensão que vive o Vasco no momento, que vem crescendo de produção desde a saída de Cristóvão Borges e a chegada de Milton Mendes.

Após a conquista, a equipe vascaína não terá muito tempo para comemorar, já que na próxima semana começam as semifinais do Campeonato Carioca.

 

 

FICHA TÉCNICA
VASCO 2 X 0 BOTAFOGO

Local: Estádio Nilton Santos
Data: 16/04/2017
Hora: 16h (de Brasília)
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo
Assistentes: Silbert Sisquim e Jackson Massarra

Cartão Amarelo: Yago Pikachu, Rodrigo, Guilherme Costa, Douglas, Nenê(Vas); Matheus Fernandes, Bruno Silva, Marcelo, Dudu Cearense, Fernandes (Bota)
Cartão Vermelho: Marcelo e Bruno Silva (Bota)

Gols:
VASCO: Douglas, aos 41 e Luis Fabiano aos 48 minutos do segundo tempo

VASCO: Martín Silva, Gilberto, Rafael Marques, Rodrigo e Henrique (Wagner); Jean, Douglas, Andrezinho (Guilherme Costa), Nenê e Yago Pikachu (Manga Escobar); Luis Fabiano.
Técnico: Milton Mendes

BOTAFOGO: Helton Leite, Marcelo, Renan Fonseca, Igor Rabello e Gilson; Bruno Silva, Matheus Fernandes, Dudu Cearense e Leandrinho (Pachu); Guilherme (Fernandes) e Sassá (Vinicius Tanque)
Técnico: Jair Ventura