Automobilismo

Verstappen voa e lidera último treino livre no Bahrein

Publicado às

Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.

Crédito: Foto: Getty Images

Max Verstappen foi o piloto mais rápido do terceiro e último treino livre para a disputa do Grande Prêmio do Bahrein, terceira etapa da temporada 2017 da Fórmula 1. Nos momentos finais da atividade realizada na manhã deste sábado (15) no circuito de Sakhir, o holandês da Red Bull registrou 1min32s194, andando com os pneus supermacios.

A segunda posição ficou com Lewis Hamilton, com um tempo 0s110 pior em relação ao obtido por Verstappen. Sebastian Vettel, da Ferrari, ficou com a terceira colocação ao final dos 60 minutos de atividade, deixando Valtteri Bottas, companheiro de Hamilton na Mercedes, com a quarta colocação. O grupo dos cinco primeiros ainda contou com Kimi Räikkönen, da Ferrari.

Com a Williams, Felipe Massa teve um bom treino e acabou a atividade na sexta colocação, deixando Daniel Ricciardo, com a outra Red Bull, em sétimo. Nico Hülkenberg levou a Renault ao oitavo lugar na classificação, enquanto os pilotos da Toro Rosso completaram o grupo dos dez melhores, com Carlos Sainz à frente de Daniil Kvyat.

A partir do meio-dia, pelo horário de Brasília, acontece a definição das posições de largada para a disputa do Grande Prêmio do Bahrein, que será disputado no domingo (16), também ao meio-dia.

Confira como foi o terceiro treino livre

A atividade começou pontualmente às 9h, sob um calor de 34°C em Sakhir. Os pilotos optaram por fazer voltas de verificação nos primeiros minutos da atividade, e o primeiro tempo foi registrado por Esteban Ocon, que marcou 1min34s415 com a Force India equipada com pneus macios após dez minutos de exercício.

Carlos Sainz avançou ao primeiro lugar da folha de tempos com 48 minutos para o final da atividade, com 1min34s219, já andando com os compostos supermacios. Lewis Hamilton partiu para a pista, mas fez uma volta apenas, retornando aos boxes na sequência. A atividade seguiu apenas com Sainz, Ocon e Pérez na pista até o 19º minuto, quando Lance Stroll deixou os boxes.

Nico Hülkenberg pulou para a terceira posição após 23 minutos de exercícios, ficando atrás justamente de Sainz e Ocon. Stroll passou a ocupar o quinto posto, enquanto a maioria dos pilotos aguardava nos boxes. Pouco depois, Daniil Kvyat assumiu a liderança da atividade com o tempo de 1min33s934, também obtido com pneus supermacios.

A Mercedes mandou à pista Valtteri Bottas na metade da sessão de treinos, e escapou da pista na curva 15. Quem não errou foi Felipe Massa, que marcou 1min33s720 com pneus supermacios e tomou a primeira posição na folha de tempos. O brasileiro melhorou em três décimos sua marca na sequência, mas viu Max Verstappen registrar 1min33s249 em uma volta cheia de erros.

Romain Grosjean bateu contra a proteção de pneus da curva cinco quando restavam 22 minutos para o encerramento da sessão, provocando a primeira bandeira vermelha do final de semana. A atividade foi retomada depois de cinco minutos e teve a Ferrari mandando Sebastian Vettel e Kimi Räikkönen à pista, ambos com pneus supermacios.

Coube ao finlandês da Ferrari tomar a primeira colocação da folha de tempos ao marcar 1min32s785, mas viu Bottas o superar em 31 milésimos, tomando a ponta da classificação. Hülkenberg surpreendeu e marcou o terceiro melhor tempo quando restavam 13 minutos de atividade. Pouco depois, Vettel marcou 1min32s750, colocando a Ferrari na frente mais uma vez.

Nos momentos finais da sessão, a Red Bull mandou seus dois pilotos à pista, e viu Verstappen marcar 1min32s194, tomando a liderança da folha de tempos. Hamilton, por sua vez, chegou a ter parciais melhores que as do holandês, mas acabou batido em 0s110 da melhor marca.

Foto: Getty Images