DESTAQUE

Zagueiro do Peñarol se surpreende com Felipe Melo dentro de campo: “Um cavalheiro”

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Felipe Melo

Crédito: Crédito: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Um dos principais temas na mídia uruguaia antes do jogo entre Palmeiras e Peñarol, disputado na última quarta-feira (12), no Allianz Parque, era a polêmica entrevista que Felipe Melo deu em sua apresentação no Verdão.

O camisa 30 do Palmeiras disse que “se fosse necessária dar tapa na cara de uruguaio, daria”, tentando mostrar que ele não não se intimidaria ao enfrentar jogos complicados na Libertadores.

LEIA MAIS:

VEJA A CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA DO PALMEIRAS NA LIBERTADORES
APÓS VITÓRIA, PITBULL DO PALMEIRAS MANDA RECADO PARA PREFEITO DE SÃO PAULO
PALMEIRAS RENOVA COM MAIS TRÊS DESTAQUES DA BASE E DISPENSA OUTRO
VEJA QUANTO O PALMEIRAS GANHOU POR AVANÇAR ÀS SEMIFINAIS DO PAULISTÃO

Obviamente que as palavras não foram bem aceitas no Uruguai e a expectativa dos jogadores do Peñarol ao enfrentar Felipe Melo em campo era de que haveria problema.

Porém, para a surpresa de muitos deles, o jogador do Verdão se comportou muito bem, mesmo sendo xingado pelos adversários, inclusive, com termos racistas.

Felipe Melo se portou bem, com respeito dentro de campo. Pensei que iria ser mais complicado. Em cada falta pedia desculpas. Foi um cavalheiro dentro de campo“, disse surpreso o zagueiro Ramón Arias, autor do primeiro gol do Peñarol, na derrota por 3 a 2 para o Palmeiras, em entrevista ao jornal “El País“.

Próximo encontro

Palmeiras e Peñarol voltam a jogar pela Copa Libertadores no próximo dia 26 de abril, em Montevidéu, no estádio Campeón Del Siglo. Será o reencontro entre as duas equipes após o polêmico jogo desta quarta no Allianz Parque.

Antes, porém, Felipe Melo estará em campo defendendo o Verdão diante da Ponte Preta, nos dois confrontos pelas semifinais do Pauilistão. O primeiro jogo está marcado para este domingo (16), em Campinas e a volta será no dia 22 (sábado), no estádio Allianz Parque.