Futebol

5 lições que o Palmeiras tirou do jogo contra o Jorge Wilstermann

Publicado às

Radialista, Jornalista com passagens como correspondente pelo site italiano CalcioNews24.com e pelo Arena Rubro-Negra. Atualmente setorista do Fluminense e Futebol Sul-Americano no Torcedores.com

Palmeiras

Crédito: Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras

Nesta quarta-feira, o Palmeiras foi derrotado para o Jorge Wilstermann por 3 a 2, às 21h45 (horário de Brasília), válido pela quinta rodada da Copa Libertadores da América. Diante disto, o Torcedores.com listou cinco lições que o Verdão tirou do confronto contra os bolivianos.

LEIA MAIS:
PALMEIRAS É DERROTADO PELO JORGE WILSTERMANN; VEJA AS NOTAS DOS JOGADORES
MERCADO DA BOLA: CORITIBA ENTRA NA BRIGA PARA CONTRATAR ALECSANDRO DO PALMEIRAS
JORGE WILSTERMANN X PALMEIRAS: VERDÃO DEVE JOGAR COM TRÊS ZAGUEIROS?

Falta de marcação: Contra o Jorge Wilstermann, o Palmeiras errou na marcação e mostrou muitos erros durante o jogo principalmente nos gols marcados pelos bolivianos no estádio Félix Capriles, em Cochabamba, na Bolívia.

Mina e Vitor Hugo: A dupla de defesa palmeirense não fizeram uma boa partida e mostraram muitos erros no decorrer do jogo, além de errarem muitos passes e deixarem o adversário fazerem os gols no primeiro tempo.

Dudu: Após cumprir suspensão no jogo contra o Peñarol, o atacante voltou ao time titular do Palmeiras e não conseguiu repetir uma boa atuação que fez nos últimos jogos com a camisa palmeirense e teve uma atuação apagada.

Miguel Borja: Na mesma linha para o camisa 12 palmeirense, o colombiano não fez um bom jogo entrou no segundo tempo e quando teve oportunidade de chutar ao gol errou a finalização, no Félix Capriles.

Pode reação: Diferente dos últimos jogos, o Palmeiras não mostrou um poder de reação para empatar ou virar o jogo contra o Jorge Wilstermann e não conseguiu evitar a derrota. Além do técnico Eduardo Baptista, que não acertou nas substituições.