Atacante ex-Palmeiras e São Paulo afirma ser corintiano e sonha jogar pelo clube

Crédito da foto: Reprodução/ Facebook oficial do José Tadeu

Com passagens por Palmeiras e São Paulo, o atacante José Tadeu concedeu entrevista para o Torcedores.com. Nela, ele disse ser corintiano e que se surgisse uma oportunidade para atuar pelo clube, aceitaria facilmente. Além disso, o atleta comentou sobre os principais fatos de sua carreira e os planos para o futuro.

Torcedores.com: Como foi para você jogar no São Paulo em 2006 e como era o Rogério Ceni nos vestiários?

José Tadeu: Ele era um cara que incentivava todo mundo. Era o primeiro a chegar no treino. Treinava muito cobranças de falta e atuar pelo São Paulo foi uma experiência que eu guardo no meu coração pelo resto da minha vida. Aquele time do São Paulo era maravilhoso tinha jogadores como Josué, Fabão, Lugano, Mineiro.

LEIA MAIS:
CLÁSSICO ENTRE SÃO PAULO X PALMEIRAS SOFRE ALTERAÇÃO; CONFIRA

Torcedores.com: Como você avalia o Rogério agora como técnico do São Paulo?

José Tadeu: Hoje é um momento diferente, pois não é mais ele como jogador e sim como treinador. Agora ele não depende só dele, ele tem uma ideia de jogo, estudou, se preparou para isso, mas às vezes as peças não conseguem dar a resposta que um time grande como o São Paulo quer, porém, é um começo de trabalho. Torço por ele e espero que ele consiga ter sucesso.

Torcedores.com: Dentro do futebol você conseguiu grandes amizades?

José Tadeu: Dificilmente você faz grandes amizades no futebol, às vezes em um time com 40 jogadores você consegue ter apenas duas grandes amizades, mas o respeito e a admiração é possível ter da maioria dos jogadores.

Torcedores.com: Após sair do São Paulo você foi para o Juventude, a sua passagem pelo clube gaúcho foi um dos seus melhores momentos na sua carreira?

José Tadeu: Foi quando a minha carreira alavancou. Eu fui para um time menor e consegui ser protagonista. No São Paulo eu não conseguia ser titular.

Torcedores.com: Tem algum time no qual você não jogou e gostaria de jogar?

José Tadeu: Eu sou corintiano e não tive a oportunidade de jogar no clube. Desde de criança eu sempre fui corintiano, a minha família inteira é corintiana e se eu tivesse a chance de jogar na equipe eu iria sem a menor sobra de dúvidas.

Torcedores.com: Você teve uma passagem rápida no Grêmio em 2008 e acabou rescindido o contrato com o clube no mesmo ano, o que aconteceu naquela época?

José Tadeu: Eu fui e joguei o estadual estávamos na Copa do Brasil. A gente estava invicto e na época o treinador era o Vagner Mancini e nós havíamos acabado de ganhar uma partida contra o Jaciara, eu fiz o gol, o jogo foi 1 a 0 e na segunda-feira nós nos reapresentamos e tinha trocado o treinador, foi uma situação que ninguém entende até hoje. Trouxeram o Celso Roth e ele tinha os jogadores dele e eu comecei a perder espaço. Depois eu fui por empréstimo para o Figueirense, surgiu uma oportunidade na Turquia e eu conversei com o Grêmio e fui embora.

Torcedores.com: Como foi a sua passagem pela Turquia, no Bursaspor?

José Tadeu: Lá eu joguei o primeiro semestre como titular, mas infelizmente eu tive uma lesão no joelho, joguei o primeiro turno e o segundo eu não atuei e o time (Bursaspor) foi campeão. Um feito histórico e há uns meses atrás eu até recebi um vídeo, fizeram as placas dos jogadores que conquistaram aquele título. Foi histórico e sensacional, eu pude participar, nunca mais ninguém além do Fenerbahçe, Besiktas e Galatasaray foi campeão. Depois eu não consegui mais me estabilizar no clube então eu voltei para o Brasil, para o Barueri. E o Palmeiras veio logo em seguida e me contratou.

Torcedores.com: Você teve duas passagens pelo Palmeiras, na primeira você ficou um período. Depois foi para o Sport e após isso pediu para voltar. Como foi tudo isso?

José Tadeu: Eu tinha várias propostas naquela época e eu preferi o Palmeiras. Queria jogar e não queria sair e se fosse para eu ir emprestado para o Sport eu teria ido para outro clube. Infelizmente no time grande às vezes é difícil ter sequência de jogos. Mas aí eu fui para o Sport e joguei o estadual, a Copa do Nordeste e quando eu ia jogar a Série B eu pedi para voltar para o Palmeiras e foi quando eles aceitaram a minha volta.

Torcedores.com: Em 2012 você estava no Palmeiras e caiu com o clube. Como foi aquele momento?

José Tadeu: Foi dificílimo. Eu não estava jogando e queria ajudar, mas infelizmente eu não conseguia. E foi muito ruim ficar marcado pelo rebaixamento de um clube tão gigante como o Palmeiras. Mas foi boa a queda do Palmeiras, pois ele pode se reerguer e hoje é um dos melhores times do país.

Torcedores.com: Mesmo sem jogar você chegou a ser insultado por torcedores do Alviverde?

José Tadeu: Fui muito cobrado. O torcedor é apaixonado e ele cobra quando o time está mal. O jogador precisa ter um pouco de frieza e entender o torcedor.

Torcedores.com: Chegou a ter alguma briga entre os jogadores no vestiário?

José Tadeu: Era complicado aquela época. Cada um achava que estava certo e a gente sabe que não é assim, a casa separada não prospera.

Torcedores.com: Quais são os seus sonhos ainda como jogador de futebol?

José Tadeu: Gostaria de ser campeão mais uma vez com um time grande. Viver aquilo que eu vivi no São Paulo, aquela conquista do tetracampeonato brasileiro. Eu lembro da gente chegando ao Morumbi e vendo aquele ‘mar’ de pessoas e agora com os meus filhos crescendo eu gostaria que eles participassem comigo de um momento como aquele.

O atacante que recentemente teve o seu contrato não renovado com o Juventude-RS, no último fim de semana acertou com o América de Natal e foi muito bem recebido pela torcida.

Assista ao vídeo: