DESTAQUE

Atlético-MG ganhará ‘folga forçada’ na Libertadores. Entenda!

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Crédito da foto: Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG

A vitória em cima do Godoy Cruz (ARG) na última terça-feira (17) classificou o Atlético-MG para as oitavas de final da Libertadores. E também forçará ao Galo ter de passar por um período de ‘folga’ entre o final da fase de grupos e e o começo do mata-mata.

O começo das oitavas da Libertadores será em 4 de julho, devido a uma pausa que a competição fará após o final de sua primeira fase. Com pouco mais de um mês sem atuar pela competição sul-americana, os atleticanos terão de se dedicar a outras competições.

LEIA MAIS

VÍDEO: OTERO SE EMPOLGA COM ATUAÇÃO DE CAZARES E SOLTA PALAVRÃO AO VIVO “JOGOU PRA C..”

FRED É O DÉCIMO MAIOR ARTILHEIRO EM ATIVIDADE NO MUNDO

CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA DA LIBERTADORES APÓS OS JOGOS DESTA QUARTA (17)

Entre a vitória sobre o Godoy Cruz e a primeira partida das oitavas, dez partidas pelo Campeonato Brasileiro e mais e outras três partidas pela Copa do Brasil, duas delas pelas oitavas, contra o Paraná e o jogo de ida das quartas de final.

A ‘folga forçada’ do Atlético-MG acabou dividindo opiniões entre os jogadores. Gabriel é um dos que acha que o período de folga ajudará o time a descansar e a ter um período focado apenas nos jogos de outras competições.

“Creio que é bom. Vai dar para recuperar bem, focar no Brasileiro e na Copa do Brasil. Creio que é válido. A gente vem de um período com muitos jogos, uma longa sequência. Então essa folga vai ser boa para a gente descansar”, disse o jogador segundo o Globoesporte.com

O volante Elias tem opinião um pouco diferente. Com o time em boa fase, a pausa nos jogos da Libertadores pode causar na visão do jogador um efeito indesejável: quebrar o momento da equipe depois de um sequência de resultados positivos.

“(A pausa) é boa e ruim. A gente está vivendo um bom momento em campo que é muito especial, com o título e jogando bem, dentro e fora de casa. Seria bom se a gente pudesse jogar agora pelas oitavas. Não vai ser possível, então vamos procurar trabalhar até lá e não esquecer nossos outros objetivos. Que possamos manter nosso padrão de atuação”, afirmou.

(Crédito da foto: Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG)