Futebol

Atlético-PR perde para San Lorenzo e grupo 4 da Libertadores fica embolado

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução/ Facebook Oficial Atlético Paranaense

Nesta quarta-feira, 03, o Atlético-PR recebeu o San Lorenzo na Arena da Baixada pela penúltima rodada da fase de grupos da Libertadores. A partida valia uma vaga antecipada para o Furacão nas oitavas de final da competição, mas apresentou um futebol abaixo e acabou perdendo por 3 a 0 para o time argentino. A derrota faz com que a equipe paranaense decida a classificação o não na última rodada.

O primeiro tempo do Atlético-PR foi ruim e a equipe viu um San Lorenzo focado e à vontade na Arena. O time argentino envolveu a marcação do Furacão, principalmente com os experientes Ortigoza e Belluschi. Aos 10 minutos, o San Lorenzo  recuperou a bola no meio, acionando um contra-ataque que terminou com o chute de Cerutti, da meia lua, por cima do travessão.

A pressão argentina continuou. No minuto seguinte, Merlini cortou em diagonal e bateu cruzado para fora. Aos 13 minutos, Paulo Díaz abriu o placar em uma jogada ensaiada de escanteio, deixando a zaga atleticana perdida na troca de passes, e, completamente sozinho, o lateral cabeceou forte para o gol.

Se antes do gol o Furacão não estava bem, depois, ficou ainda mais desestabilizado. O Atlético-PR só conseguiu finalizar aos 20 minutos, em um chute de Matheus Rosseto que foi para fora. O time brasileiro tinha maior posse de bola, mas estava lento e sem criatividade. O que acabou irritando a torcida que vaiou e pediu raça para a equipe. O San Lorenzo que não tinha nada a ver, continuou tranquilo e apresentou dois lances de perigo com Merlini.

A pressão da torcida adiantou e o Atlético-PR voltou para o segundo tempo melhor. O técnico Paulo Autuori tirou Rosseto e Coutinho e colcou Felipe Gedoz e Pablo, ambos começaram a se aquecerem no final da primeira etapa. A equipe brasileira apresentava mais intensidade e finalizou com perigo duas vezes. Aos dois minutos com Sidcley que girou, após passe de Nikão, e mandou pela rede do lado de fora. E aos oito, Nikão mandou uma bomba que passou raspando na trave.

Os donos da casa pressionavam mais, mas ainda apresentava passes lentos prejudicando a atuação da equipe. E o torcedor que estava com esperança da virada tomou um banho de água fria com Blandi. Após troca de passes rápidos, Belluschi recebeu na ponta e cruzou para Blandi ampliar o placar para os visitantes, San Lorenzo 2 a 0.

O segundo gol desestabilizou o Furacão que voltou a jogar da mesma forma que do primeiro tempo, bola nos pés sem objetividade. E o San Lorenzo continuou tranquilo, controlando o placar no tempo restante. Aos 44 Botta deu um chute cruzado, passando perto da trave. E nos acréscimos, aos 46, o atacante recebeu na área, driblou e chutou para o gol fechando o placar, Atlético-PR 0x3 San Lorenzo.

A derrota por 3 a 0 em casa, mantém o Atlético-PR com sete pontos na segunda colocação, seguido pelo San Lorenzo com a mesma pontuação. Na próxima e última rodada da fase de grupos da Libertadores, o Furacão vai até o Chile enfrentar a Universidad Católica, enquanto o time argentino recebe o Flamengo na Argentina. Os dois jogos acontecerão no dia 17 às 21h15.