DESTAQUE

Bahia anuncia mais de 31 mil ingressos vendidos para a final da Copa do Nordeste

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Divulgação/ Facebook Bahia

O Bahia anunciou, através de seu Twitter oficial que mais de 31 mil ingressos, já foram vendidos para a segunda partida final da Copa do Nordeste. A final é contra o Sport Recife e a segunda partida será na Arena Fonte Nova, em Salvador, na próxima quarta-feira, às 21h45. Na primeira partida, disputada no último dia 17 de maio, na Ilha do Retiro, no Recife, houve empate em 1 a 1.

Ainda há ingressos sendo vendidos pelo site da Arena Fonte Nova e pontos de vendas físicos como:  bilheterias do estádio e lojas oficiais do Bahia, nos shoppings Salvador Norte, Bela Vista, Paseo Itaigara e Estrada do Coco.

LEIA MAISSPORT X BAHIA: ASSISTA AOS GOLS DA FINAL DA COPA DO NORDESTE

Tabela de Preços

Pontos físicos
– R$ 15 (meia) e R$ 30 (inteira) – Super Sul;
– R$ 20 (meia) e R$ 40 (inteira) – Norte e Leste;
– R$ 30 (meia) e R$ 60 (inteira) – Oeste;
– R$ 140 – Lounge Premium;

Internet
– R$ 15 (meia) e R$ 30 (inteira) – Super Sul;
– R$ 20 (meia) e R$ 40 (inteira) – Norte e Leste;
– R$ 30 (meia) e R$ 60 (inteira) – Oeste.

Meia Entrada

“A Lei de Meia-entrada (nº 12.933) garante 40% dos ingressos disponíveis com 50% de desconto aos estudantes que apresentem a carteira expedida pelas Associações no momento da compra e também no acesso (não serão aceitos boletos e comprovantes de matrícula). Os idosos têm direito ao benefício com apresentação do documento de identidade. PCD (Pessoa com Deficiência) também pode comprar a meia-entrada dela e do acompanhante, mediante apresentação da identificação fornecida pelo Conselho Municipal de Deficientes e documento de identidade. Também estão inclusos os jovens de 15 a 29 anos, comprovadamente carentes, com renda até dois salários mínimos. Para estes, será necessária a apresentação da inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), e cuja renda familiar mensal seja de até (dois) salários mínimos, na forma do regulamento.”. Com informações do globoesporte.com