Futebol

D’Alessandro explica boa relação com Felipe Melo: “A gente é meio maluco”

Publicado às

Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Internacional

Foto: Palmeiras

Crédito: Foto: Divulgação

Assim que Palmeiras e Inter foram sorteados na mesma chave na Copa do Brasil, os torcedores já se exaltaram com a possibilidade do encontro entre o palmeirense Felipe Melo e o colorado D’Alessandro. Ambos são conhecidos pelo temperamento sanguíneo – e muitos acreditaram que esse encontro poderia render atritos pelas oitavas de final da competição. Mas não foi o que se viu.

Nesta quarta-feira, o duelo entre paulistas e gaúchos teve o primeiro round. Com um gol contra do jovem zagueiro colorado Léo Ortiz, o Palmeiras garantiu o 1×0 e leva vantagem para o jogo de volta no Beira-Rio, dia 31. E mesmo atuando em uma faixa semelhante de campo, D’Ale e Felipe Melo não tiveram qualquer tipo de rusga. Pelo contrário: trocaram gentilezas após o jogo.

LEIA MAIS:

Felipe Melo rasga elogios ao Inter, e D’Ale retribui gentileza: “Queria ele no meu time”

“Palmeiras é o melhor time do Brasil”, diz D’Alessandro após derrota do Inter

“Jogamos contra um time ‘grandíssimo’, campeão de tudo, com jogadores de potencial incrível, o que

Felipe Melo, observado por D’Ale (Foto: Site Palmeiras)

fez o nosso resultado ser uma goleada. Não tomamos gol em casa, fizemos o nosso papel. Inter é um time muito melhor que muito time de primeira divisão. Vai ganhar com um pé nas costas a segunda divisão”, declarou Melo.

Ao tomar conhecimento dos elogios do volante do Palmeiras, D’Alessandro fez questão de retribuir. O capitão colorado chegou a dizer que gostaria de ter Felipe Melo no seu time, e que “hoje em dia, no futebol, são poucos que nem ele”. D’Ale explicou como ambos conseguiram se dar bem em campo.

“É uma obrigação existir respeito entre colegas. Eu acho que o Felipe é um cara muito sincero. Volto a repetir, hoje em dia tem poucos como ele. São poucos aqueles que falam o que pensam. E hoje o jogo foi bom e correu tudo normal. Muitas vezes as coisas são criadas pela imprensa. Hoje talvez esperassem que a gente iria brigar dentro do campo, mas eu sabia que nos daríamos bem. A gente é parecido, é meio maluco, então isso foi uma coisa criada pela imprensa”, frisou o colorado.

D’Alessandro e Felipe Melo voltam a se encontrar no dia 31 de maio, no Beira-Rio, para o jogo da volta das oitavas de final. O Palmeiras joga com a vantagem do empate ou até por uma derrota desde que marque gols.

*Este artigo tem parceria com a Fan Page “Como é Bom Ser Colorado” – curta abaixo!