Futebol

Além de Rodrigo, outros dois jogadores deixarão o Vasco nos próximos dias

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Vasco

Crédito: Crédito da foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

A reformulação do elenco do Vasco está em pleno andamento. Nesta semana, o clube tenta definir a saída de três jogadores e a mais complicada é a do zagueiro Rodrigo. Além deles, o volante Diguinho e o atacante Éderson também tem os dias contados no clube.

Rodrigo ganhou licença até esta quinta-feira para resolver problemas familiares em São Paulo, mas conversa com a diretoria para rescindir seu contrato, que tem duração até dezembro deste ano. A Ponte Preta pode ser o destino do jogador, porém, como o time de Campinas disputa a final do Campeonato Paulista neste domingo, a negociação ainda não adiante.

LEIA MAIS:

EVAIR REVELA QUE EURICO AINDA NÃO PAGOU O “BICHO” DA CONQUISTA DO BRASILEIRÃO DE 1997
VASCÃO TEM O RETORNO DE TRÊS JOGADORES QUE ESTAVAM EMPRESTADOS; VEJA QUEM SÃO

Já as situações de Diguinho e Éderson são mais simples, pois seus vínculos com o Vasco terminam em breve.

O meio-campista está afastado do elenco desde o início desta temporada e seu contrato tem duração somente até o próximo dia 31. Desta forma, ele ficará livre no mercado para assinar contrato com qualquer outra equipe. Diguinho treina separado do elenco principal ao lado do lateral esquerdo Julio Cesar, que também procura novo destino, mas tem contrato até dezembro.

A situação é bem parecida com a do atacante, que tem acordo com o Vasco até o dia 19 de junho e já foi liberado pelo Cruzmaltino para procurar novo clube. Èderson, no entanto, pediu para continuar treinando em São januário até acertar seu futuro.

Eder Luis

A situação do atacante ainda é uma incógnita, já que não é utilizado na equipe desde a pré-temporada, mas tem vínculo até dezembro deste ano. Houve a possibilidade de Eder Luis sair do Vasco há um mês, quando o Goiás mostrou interesse na contratação, mas a negociação não deu certo.

O Vasco ainda deve uma boa quantia salarial em acordos feitos em 2016 com o jogador, que não abre mão de receber antes de rescindir o contrato com o Cruzmaltino.