Vozes da marca

Dorival lamenta tragédia com Longuine e conta o que quer do Santos no Pacaembu

Publicado às

Jornalista formado pelo Mackenzie (SP), pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Multimídias e pós-graduando em Assessoria de Comunicação e Mídias Sociais pela Anhembi Morumbi (SP). Apaixonado por esportes desde 1994.

Dorival lamenta tragédia com Longuine e conta como quer o Santos no Pacaembu

Crédito: Foto: Ivan Storti/ Santos FC

O Santos vive uma véspera de jogo diferente: o meia Rafael Longuine perdeu os pais e a tia em acidente de carro, o que sensibilizou a todos do clube (saiba mais aqui). O técnico Dorival Júnior lamenta o ocorrido com o colega de trabalho, mas quer o restante do grupo focado para o compromisso contra o Santa Fe (COL), às 21h45 (de Brasília) desta quinta (4), no Pacaembu pela fase de grupos da Libertadores.

“Não tem como ser diferente (o sentimento). É uma pessoa muito querida pelo grupo. Os familiares dele estavam frequentemente dentro do clube e os jogadores têm muita proximidade. É uma tragédia terrível. Agora, temos uma partida amanhã e não podemos fugir desse compromisso. Sei que não é fácil separar esse lado pessoal do profissional, mas temos que fazê-lo rapidamente. Teremos uma dificuldade muito grande, vamos ter que tentar estar em condições e focados para conseguir um bom resultado”, disse o comandante.

LEIA MAIS:
SANTOS X SANTA FE: VEJA QUANTOS INGRESSOS FORAM VENDIDOS ATÉ O FIM DESTA TERÇA
SOMADOS, ÚLTIMOS 4 PÚBLICOS DA VILA NÃO ALCANÇAM O MAIS RECENTE DO PEIXE NO PACAEMBU
DORIVAL PREVIU PÚBLICO BAIXO NA VILA CONTRA O PAYSANDU: “SITUAÇÃO DIFÍCIL”
SANTOS 2 X 0 PAYSANDU: ASSISTA AOS MELHORES MOMENTOS DO JOGO
LUCAS LIMA APAGA POST EM QUE PROVOCAVA GABRIEL JESUS E PALMEIRAS POR ELIMINAÇÃO

Para o jogo, Dorival quer o Peixe repetindo o que tem tentado acertar nos últimos treinos, que foram fechados à imprensa. “Futebol é repetição. Estamos procurando repetir alguns trabalhos importantes, como de definição, transição, tentando mostrar o quanto a exigência da equipe considerada reserva faz com que a titular cresça e contribua com todo esse processo… Foram esses os trabalhos que procuramos acertar”, revelou.

Ainda, o treinador santista apontou as principais características do oponente, também baseado no que encontraram no confronto em Bogotá, e explicou os principais pontos a serem anulados. “Sabemos que vamos enfrentar um adversário forte e com contra-ataques. Assim como eles proporcionaram no jogo de ida, teremos que neutralizar (os contra-ataques) nesse jogo da volta”, completou.

É vencer para ficar mais perto do mata-mata

O Santos lidera o grupo 2 da Libertadores com 5 pontos, enquanto o Santa Fe vem logo atrás, com 4. Terceiro colocado, o The Strongest (BOL) tem a mesma pontuação dos colombianos, mas tem pior saldo (1 contra 0), enquanto o Sporting Cristal (PER) é o lanterna, com 2 pontos.

Uma vitória no Pacaembu, onde vem 100% há 18 jogos, deixa o Peixe mais próximo de garantir uma vaga no mata-mata do torneio continental. Depois de enfrentar o Santa Fe, o clube praiano visita o The Strongest no próximo dia 17 (quarta) e encerra a fase de grupos recebendo o Sporting Cristal no dia 23 (terça).

*O mês de abril é especial para o torcedor santista no Museu do Futebol. Como parte da comemoração de mais um aniversário do Peixe, o Museu do Futebol, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, oferecerá aos Sócios Rei meia entrada durante o mês de aniversário do clube santista. A promoção é válida até 07 de maio e basta apresentar comprovante de associação na Bilheteria.

LEIA TAMBÉM:
SANTOS TEM JOGO COM THE STRONGEST REMARCADO PELA LIBERTADORES
COMO ERA O MUNDO NA ÚLTIMA VEZ EM QUE O CLUBE PRAIANO FICOU DE FORA DA SEMI DO PAULISTÃO
COMPARE OS TIMES RESERVAS DO PEIXE DOS ÚLTIMOS TRÊS ANOS E VOTE NO MELHOR
NOVE VERDADES E UMA MENTIRA SOBRE O SANTOS; FAÇA O TESTE
QUANTOS PEREBAS EX-SANTOS VOCÊ CONSEGUE RECONHECER? FAÇA O TESTE!

Gostou da publicação? Para acompanhar tudo o que escreve seu autor, curta sua página no Facebook e siga-o no Twitter.

Descubra por que o futebol faz parte da vida de todo brasileiro! Durante a visita ao Museu do Futebol é possível entender como esse esporte ajudou a formar a identidade brasileira, e vice-versa, e como a trajetória de craques, como Pelé e Garrincha, representa a nossa cultura tanto quanto os nossos maiores ícones das artes plásticas, da literatura, do teatro e da música. Vídeos, fotografias, áudios, objetos e interatividade aguçam a sensibilidade, memória e imaginação de todos.