DESTAQUE

Em jogo histórico o Atlético Paranaense vai para a fase de oitavas de final da Copa Libertadores

Publicado às

Estudante de Jornalismo, Uninter, Curitiba

Twitter Oficial do Atlético Paranaense

Foto: Twitter Oficial do Atlético Paranaense

Crédito: Twitter Oficial do Atlético Paranaense

O Atlético venceu por 3 x 2 a Universidade Católica, em Santiago, Carlos Alberto aos 41 minutos fez o terceiro gol para virar o jogo

Não foi uma noite comum, uma noite histórica, épica, de muita emoção na Copa Libertadores. Eram mínimas, as chances do rubro-negro paranaense quanto à classificação.

No primeiro tempo, o Furacão perdia por 1 x 0. Chegou a virada, com gols de Eduardo da Silva, Douglas Coutinho e Carlos Alberto que saíram do banco de reservas. Sem dúvida, entraram para história do clube. Para Paulo Autuori, “ninguém esperava, a noite é dos oportunistas, o grupo mostrou que tem capacidade, futebol é vida, não é uma redoma”. Flamengo perde na Argentina, com gol no final do jogo e está eliminado, e San Lorenzo é líder do grupo. O Universidade Católica também está fora. “Passamos por dias turbulentos, o grupo demonstrou que está bem preparado para continuar a Libertadores”, afirma Eduardo da Silva.
O Grupo 4, era considerado o mais difícil. Douglas Coutinho se emociona no momento do gol que fez, “Pediu muito pra Deus, pra que pudesse jogar bem”, poucos esperavam do Douglas Coutinho, um herói improvável. De “Patinho feio do grupo” o Atlético Paranaense torna-se o classificado.