Futebol

Estoril adquire direitos econômicos de revelação do Vasco; clube carioca pode lucrar em breve

Publicado às

Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)

Matheus Índio

Crédito: Foto: Divulgação/Site Oficial do Estoril

O Estoril exerceu a opção de compra e adquiriu junto ao Vasco 30% dos direitos econômicos do meia Matheus Índio, cria das categorias de base vascaína, emprestada ao clube português desde junho do ano passado. As informações são do Globoesporte.com.

O clube cruzmaltino recebeu R$ 1 milhão e ainda segue com 25% dos direitos econômicos do jovem de 21 anos, podendo lucrar já na janela de transferências do meio do ano. O Estoril mostra desejo em negociá-lo. Recentemente recusou oferta de 2 milhões de euros (cerca de R$ 7 milhões na cotação atual) do Dínamo de Zagreb, da Croácia, por 50% dos direitos econômicos. O CSKA, da Rússia, é outro clube que tem interesse em contar com atleta.

VEJA MAIS:
Vasco prorroga contrato de goleiro até o fim de 2019 
Gilberto destaca rápida adaptação a novo esquema tático no Vasco 

Matheus Índio chegou à base do Vasco com apenas 11 anos de idade. Em 2012, foi emprestado por uma semana ao Arsenal. Retornou ao Gigante da Colina, mas no fim de 2013 teve o contrato rescindido na Justiça por conta de atraso salarial.

Foto: Marcelo Sadio- Vasco.com.br

Índio disputou o Paulistão de 2014 pela Penapolense. No mesmo ano esteve próximo de ser anunciado pelo Santos, porém, o Vasco conseguiu reverter a decisão na Justiça e o jogador logo teve o contrato reativado. Em janeiro de 2015, ele foi reintegrado ao elenco, porém, sem espaço acabou sendo emprestado ao Estoril no final do primeiro semestre de 2016. Na atual temporada europeia, ele fez quatro gols em 23 jogos.