DESTAQUE

Ex-UFC escolhe ramo inusitado para iniciar nova carreira pós-MMA

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução/Instagram Oficial Anthony Rumble Johnson

Depois da derrota para Daniel Cormier no UFC 210, Anthony Johnson decidiu largar o MMA para tentar uma nova aventura na carreira. O ramo que ‘Rumble’ escolheu para começar sua carreira fora das lutas é um tanto inusitado e não tem nada a ver com artes marciais.

O ex-desafiante pelo título dos meio-pesados do Ultimate anunciou que pretende investir em maconha medicinal, legalizada em alguns estados americanos. Uma empresa está sendo formada pelo agora ex-lutador para lidar com o novo negócio.

LEIA MAIS

WOODLEY SINALIZA QUE CHANCE DE DEMIAN MAIA LUTAR POR CINTURÃO PODE DEMORAR

“Estamos abrindo uma instalação, é sobre maconha medicinal. Temos algumas coisas acontencendo, já é algo grande. Estamos fazendo tudo da maneira certa, apenas esperando a lei ser aprovada. Seguindo as regras, não vai ser problema”, disse ‘Rumble’ ao podcast Heated Conversations.

Johnson tratou de novamente explicar o que o levou a deixar o UFC e o MMA de lado. O fator das lesões e de futuros problemas de saúde foi apontado pelo ex-meio-pesado como motivos para não querer mais saber de subir no octógono.

“É minha saúde, cara. Você vive falando de traumatismos cranioencefálicos (CTE, na sigla em inglês) e todas essas coisas, lesões na cabeça. Você está prejudicando seu corpo jogando futebol e coisas assim, mas esse tipo de coisa pode acontecer bem rapidamente no MMA. Estamos batendo um no outro. Eu me amo. Sabe o que quero dizer? Muitos caras não pensam nisso. Está tudo acabado, nunca mais entrarei naquela vida”, comentou.

 

(Crédito da foto: Reprodução/Instagram Oficial Anthony Rumble Johnson)