Futsal

Gadeia e Humberto, os brasileiros que conquistaram a UEFA Futsal Cup

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto: Sandra Santiago/Movistar Inter

No último domingo (30) aconteceu a final do principal campeonato europeu de futsal, a UEFA, e o Movistar Inter, equipe de Madrid na Espanha, goleou o Sporting de Portugal, por 7 a 0 na grande decisão. E não faltaram emoções!

A brilhante conquista marcou o título para seis brasileiros: Darlan, Daniel Japonês, Rafael Rato, Bruno Taffy, Humberto e Gadeia, e os dois últimos tem mais do que motivos para comemorar. Humberto chegou a sua terceira final consecutiva, enquanto Gadeia pisou pela primeira vez na final da UEFA.

LEIA MAIS: 
VANESSA PEREIRA SUPEROU O PRECONCEITO, LEVANTOU TÍTULOS E DOMINOU O MUNDO DO FUTSAL
CIÇO RELEMBRA MOMENTOS MARCANTES AO LADO DO AMIGO VINICIUS TEIXEIRA
O DIA QUE ACOMPANHEI A DESPEDIDA DE UM CRAQUE DO FUTSAL
“EU SABIA QUE A QUALQUER MOMENTO PODERIA ACABAR TUDO PRA MIM”, RELEMBROU VANESSA SOBRE O MUNDIAL DE 2011

“Disputar essa competição por três anos seguidos e poder ganhar duas vezes é incrível. Nunca esperei por isso e é algo maravilhoso o que estou vivendo”, comentou Humberto.

No primeiro confronto a equipe espanhola venceu o Kairat por 3 a 2 numa partida emocionante até os minutos finais. Já na decisão encararam a equipe portuguesa e conquistaram uma vitória com larga vantagem por 7 a 0. Para Gadeia, que esteve em quadra pela primeira vez na UEFA, a emoção ainda está presente.

“Pela primeira vez tive a oportunidade de jogar uma das maiores competições de futsal do mundo. Era um sonho que eu tinha! E ainda conseguir ganhar… nossa! Estou muito feliz e a ficha não caiu ainda”, relembrou.

O Movistar Inter é uma das equipes favoritas ao título da Liga Espanhola em mais uma temporada. O time dos brasileiros foi o primeiro colocado na fase regular e com uma ótima campanha e esse foi um dos fatores que favoreceram o ritmo dos atletas durante a UEFA, principalmente para Humberto que veio de uma lesão séria na temporada.

“Tive uma lesão muito longa no ano passado, fiquei afastado por alguns meses e quando voltei foram esses jogos da Liga que fizeram a diferença para poder ganhar ritmo até o início da UEFA e tenho certeza que isso me ajudou muito e fez a diferença”, disse.

O pivô também agradeceu o apoio dos companheiros e atletas das demais equipes e que valorizaram essa conquista tão importante.

“Queria agradecer meus companheiros e também a todos os atletas de outras equipes, porque são eles que valorizam mais a nossa conquista. Você conseguir ganhar um título como esse em meio a tantos jogadores de alto nível não é fácil”, finalizou.


                         Gadeia                                                                 Humberto

Fotos: Sandra Santiago/Movistar Inter